Rádios On-line
BANCADA FEDERAL

Visando as eleições, deputado Geraldo Resende saí do PMDB e migra para o PSDB

Deputado federal pretende se candidatar para a prefeitura de Dourados

16 MAR 2016 - 18h:10Por Kelly Martins

Após nove anos no PMDB, o deputado federal Geraldo Resende confirmou que vai deixar o partido para filiar-se ao PSDB já nesta quinta-feira, 17. O parlamentar alega estar decepcionado com a ligação da sigla com o governo federal que, segundo ele, há muito já se tornou uma “relação dúbia”.

Em entrevista ao JP News, Resende disse que deverá ser reunir com o ex-governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli, em Campo Grande, nesta quinta, para anunciar a sua saída. “Não tem como continuar em um partido que ainda insiste em caminhar ao lado desse atual governo. O verdadeiro caminho que devemos seguir, o povo brasileiro, inclusive, já indicou nas ruas, ou seja, que é para a construção de um país com ética, moral, respeito e, não, ao lado dessa gestão”, pontuou o deputado federal.

O parlamentar confirmou também que já se reuniu com o senador Aécio Neves, presidente da Executiva Nacional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) para oficializar o seu retorno ao ninho tucano. Isso porque Geraldo Resende pertenceu à legenda há 25 anos, quando foi eleito vereador no município de Dourados. Porém, anos depois, migrou para o PMDB.

“Apesar de eu ser do PMDB, eu me posicionava como oposição ao governo Dilma e fui contrário à renovação da aliança com o Michel Temer. Cheguei a votar contra essa renovação quando foi colocada para avaliação dentro do partido, enfrentando até mesmo a insistência dos correligionários”, declarou.

Além da insatisfação com o governo federal, Geraldo Resende destaca ainda o projeto que decidiu encabeçar de se candidatar à Prefeitura de Dourados, onde é sua base eleitoral, nas eleições de 2016. “ Eu entendo que o meu atual projeto político é compartilhar conhecimento e experiências, como administrar a cidade de Dourados. E, para isso, preciso de ter um aliado preferencial, como hoje tenho o governo estadual ao meu lado”, ressaltou ao se referir ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB).

O ato de filiação deverá ocorrer formalmente nesta quinta no diretório da Executiva Estadual do PSDB e, de acordo com o deputado, a solenidade de comemoração será realizada no mês de abril, após a confirmação dos trâmites da mudança da sigla na Justiça Eleitoral. 

Deixe seu Comentário