Rádios On-line

Agentes ambientais retomam coleta de recicláveis em Brasilândia

Associação faz coleta seletiva por meio da Organização dos Catadores

27 MAR 2013 - 08h:08Por Redação

A destinação correta de materiais recicláveis foi retomada no início do mês em Brasilândia. A Associação Brasilandense de Agentes Ambientais (Assobra) está coordenado o trabalho de coleta, que é feito pela Organização dos Catadores de Materiais Recicláveis. O trabalho havia sido suspenso por falta de espaço físico, em razão de incêndio que destruiu em 2010 o local utilizado pelos catadores. 

Após a construção de um barracão, com recursos próprios da Prefeitura, os agentes e catadores se reorganizaram. A chave do novo local foi entregue aos catadores.

Atualmente, o trabalho é realizado durante três vezes na semana. Todas as segundas-feiras, o caminhão passa nos bairros Jardim Imperial, Camargo I e II, Jardim Brasília, Mão Amiga e parte do Centro. Às quartas-feiras, a coleta seletiva é feita no Centro, Thomaz de Almeida, João de Abreu I e II, Jardim, José Rodrigues, no entorno do João Paulo da Silva e de 15 em 15 dias, nas quartas à tarde, no Novo Porto João André. Na quinta e sexta-feira é realizada a prensagem e separação dos materiais.

O presidente da associação de agentes ambientais, Ivan Sebastião dos Santos, pede para que população colabore com a separação de materiais como papel, papelão, vidro, ferro, alumínio e plástico. Segundo Rosana de Souza, vice-presidente da entidade, a seleção e destinação correta dos recicláveis são fundamentais para a sobrevivência dos catadores e para o saneamento ambiental.

ASSOBRA
A Associação Brasilandense de Agentes Ambientais atua há nove anos em Brasilândia, com objetivo de ampliar o campo de informação dos moradores da cidade em relação à educação ambiental, contribuindo no desenvolvimento do trabalho da coleta seletiva, visando à preservação do meio ambiente e ao trabalho social.

A coleta seletiva em Brasilândia é feita de porta em porta. A população é chamada através um toque musical já bastante conhecido. Além disso, a Organização dos Catadores conta com seis colaboradores. A maioria dos catadores trabalhava no lixão. Eles têm a atividade reconhecida de acordo com Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

A organização dos Catadores de Material Reciclável é regulamentada através de regimento próprio, de comum acordo, e contempla itens como responsabilidades e obrigações, distribuição de tarefas, horários, venda dos produtos, conservação e manutenção da sede e dos equipamentos que estão sob sua responsabilidade.

A associação também tem parceria com a Fibria em projeto de preservação do meio ambiente. A Assobra não emprega ninguém, apenas faz a intermediação para que a coleta seletiva seja realizada. O material coletado pertence a trabalhadores autônomos que fazem a coleta, separação, prensagem e venda. Todo o valor arrecadado com a venda é destinado exclusivamente a eles.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13