Rádios On-line

Associação Antialcoólica busca suporte para ações

Entidade empossa nova diretoria, pregando mobilização da sociedade e poder público

22 FEV 2013 - 07h:46Por Gilson Avelino/Cultura FM 106,3

A Associação Antialcoólica de Paranaíba, que neste sábado empossa nova diretoria, quer ampliar suas ações de combate ao alcoolismo, mas espera o apoio de voluntários para mobilizar a sociedade e poder público no enfrentamento do problema causado pelas drogas lícitas. O presidente da entidade, José Queiroz, no cargo desde 1995, será sucedido por Adélia Barbosa Almeida, atual tesoureira. Os membros da diretoria, 26 ao todo, são voluntários e não recebem nenhuma remuneração.

Em entrevista ao programa RCN Notícias, da Cultura FM 106,3, José Queiroz fez balanço positivo das ações e resultados nos 30 anos da associação. Ele disse, no entanto, que a entidade precisa de suporte na área social. No ano passado todos os projetos na área física foram executados.

“Conseguimos colocar em prática algumas ações e concretizar os projetos de revitalização do espaço físico, que dão mais segurança e garantem bem-estar às pessoas que procuram a associação”, disse Queiroz. Segundo ele, foram construídos dois banheiros comunitários, houve troca do piso e colocação de forro no salão de reuniões e demais dependências, além da construção do muro, instalação de ventiladores e computadores.

Em 30 anos, Adélia será a primeira mulher a dirigir a Associação Antialcoólica de Paranaíba, segundo José Queiroz, que vai deixar a presidência, mas ocupará a função de tesoureiro. Segundo ele, a principal meta para este ano é firmar convênios com as secretarias municipais de Saúde de Educação para designação de uma assistente social, uma psicóloga e uma terapeuta ocupacional para darem suporte ao trabalho de atendimento às pessoas que procuram a entidade para se livrar da dependência do álcool. “Continuaremos a fazer nosso trabalho de forma voluntária com o maior prazer, satisfação e amor no coração”, diz Queiroz.

TRATAMENTO
A Associação Antialcoólica de Paranaíba pretende ampliar as ações, realizando seminários sobre o alcoolismo, com orientação, prevenção e terapia, para ajudar as pessoas que queiram abster-se do alcoolismo. Desde sua criação, a entidade trabalha com terapia de grupo, sem vínculo religioso ou político, buscando a cura por meio da conscientização sobre os malefícios do álcool. “Ninguém paga pelo tratamento. A única exigência é que haja o desejo de parar de beber”, diz Queiroz. 

De acordo com o psiquiatra Alexandre Souza Júnior, o alcoolismo é uma doença grave e complexa, que precisa da mobilização das famílias, sociedade e poder público. Ele defende restrições à publicidade da bebida, como já existe em relação ao cigarro. Bebida e tabaco são drogas lícitas, permitidas, mas muito nocivas.

De acordo com estudos, os voluntários que trabalham com o combate ao alcoolismo precisam estar bem preparados. Os grupos de alcoólicos anônimos apresentam ótimos resultados, pois mobilizam a sociedade e as famílias, mas suas ações ainda não são suficientes porque apenas uma pequena parcela dos dependentes do álcool procura uma associação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13