Rádios On-line

Bolsão cresceu sete vezes mais que outras regiões

Superintendente de Indústria e Comércio destaca potencial da borracha e da celulose

19 FEV 2013 - 07h:35Por Cultura FM 106,3

O superintendente da Indústria, Comércio e Serviços da Secretaria de Produção, Ademar Silva Júnior, em palestra no Centro Cultural de Inocência, sábado, disse que a cidade deverá dobrar e até triplicar o crescimento no prazo de 15 anos, em função da celulose e borracha. 

O município passou a ser uma área estratégica ao polo da borracha de Cassilândia e indústria de celulose em Três Lagoas, já que as rodovias MS-112 e MS-430 serão eixos para escoamento do eucalipto e do látex. Segundo o superintendente, por conta das potencialidades econômicas e o processo de industrialização, o Bolsão já cresceu sete vezes mais que outras regiões do Brasil.

Ademar Júnior disse que o Bolsão tem potencial para desenvolver um polo industrial, sua logística e a diversificação de produção. “Hoje temos a pecuária de corte e leite. Tem que agregar valor e potencializar os laticínios e cooperativas de leite da região para a produção de queijo e derivados. Também é necessário reformar as pastagens com programas que assegurem uma pecuária de baixo carbono para abastecer vários frigoríficos da região”, disse.

O superintendente diz que, com as florestas de eucalipto e com a possibilidade de levar uma empresa de pasta de celulose para a região, haverá um impulso muito grande no desenvolvimento regional.

Ademar Júnior diz que a produção de látex através da implantação de seringais deve ser estimulada. Com isso, será possível levar empresas de processamento da borracha e fábricas de luvas cirúrgicas, camisinhas e produtos pneumáticos para Inocência e outras cidades sob influência da heveicultura. Segundo ele, programas como o Mais Floresta, Mais Pastagem e o Mais Inovação do Senar estão sendo realizados para essa finalidade.

O superintendente ressaltou ainda que a posição estratégica de Inocência está incluída no Projeto MS Forte - Caminhos para o Desenvolvimento, que tem a finalidade de dar condições para o escoamento da produção, através da viabilização de estradas. 

Ademar Júnior lembra que um exemplo disso é a inauguração do asfalto da MS-112, além da MS-430. A primeira rodovia liga Inocência a Três Lagoas, e daí aos portos de Santos; e a outra liga Inocência a Cassilândia, onde será implantado o complexo borracha, que receberá agrovila para 1.000 moradores. “Quando todo o complexo estiver pronto, serão 10 mil novos empregos com investimentos de R$ 2 bilhões”, disse.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13