Rádios On-line

Cassilândia pode ter 14 milhões para conter enchentes

Secretário reivindica R$ 100 milhões ao Ministério da Integração, também para Coxim e Sul Fronteira

17 ABR 2013 - 07h:38Por Clodoaldo Silva

O secretário de Obras e Transportes de Mato Grosso do Sul, deputado federal licenciado Edison Giroto, liderou ontem comitiva parlamentar no Ministério da Integração, quando pediu ao secretário Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, coronel Humberto Vianna, a liberação de R$ 100 milhões para contenção de cheias nos municípios de Cassilândia e Coxim, além da conclusão da rodovia Sul-Fronteira.

Desse total, são R$ 18 milhões para contenção de enchentes em Cassilândia. O objetivo é fazer a urbanização do Fundo de Vale, com a pavimentação asfáltica de ruas e drenagem de águas pluviais, entre a avenida Juracy Lucas e a rua Sebastião Martins da Silva, totalizando 6,3 quilômetros. As obras são para evitar os transbordamentos que ocorrem no período de chuvas. Durante a reunião, o secretário de Obras explicou que a urbanização em Cassilândia é “importante para evitar que o Córrego Cedro volte a transbordar, alagando casas e causando prejuízos”. 

Já em relação às enchentes do rio Taquari, na região Norte, são R$ 42 milhões para obras de contenção, que consistem no controle da erosão no curso d’água e na bacia do Córrego Criminoso, nos bairros Vila Bela e Senhor Divino. A ideia é construir uma bacia de detenção de águas de enchentes, com capacidade para 240 mil metros cúbicos, desassoreamento de 900 metros de canal e recuperação de 161 mil metros quadrados de áreas destruídas por erosões.

Outro assunto tratado no encontro foram as obras da rodovia Sul-Fronteira, a MS-165, que depende da liberação de R$ 43 milhões do Ministério da Integração Nacional. Giroto solicitou ainda a reprogramação de convênio de R$ 6,5 milhões e a liberação de outros R$ 37,6 milhões para dar continuidade à pavimentação de 62 quilômetros da MS-165, entre Ponta Porã e Coronel Sapucaia. 

Participaram da reunião o senador Waldemir Moka (PMDB-MS), os deputados federais Geraldo Resende (PMDB-MS) e Akira Otsubo (PMDB-MS), o deputado estadual Júnior Mochi (PMDB) e os prefeitos Adão Rolim, de São Gabriel do Oeste, e Aluizio São José, de Coxim.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13