Rádios On-line

Escola de Brasilândia é transformada em centro de alfabetização

Escola Municipal Arthur Hoffig receberá, a partir de agora, apenas alunos do 1º ao 3º ano

19 FEV 2013 - 08h:41Por Redação

A Escola Municipal Arthur Hoffig, em Brasilândia, se tornará neste ano um centro de alfabetização voltado aos anos iniciais do Ensino Fundamental. A Secretaria Municipal de Educação determinou a matrícula apenas dos alunos do 1º ao 3º ano na unidade escolar. As aulas tiveram início na última quinta-feira (14).

De acordo com a secretária municipal de Educação, Débora Ladeia, a proposta é cumprir o regulamento do governo federal, que prevê a alfabetização do estudante na idade certa. Este programa visa a que o aluno esteja alfabetizado até o 3º ano do Ensino Fundamental. Com essa ação, o objetivo é reduzir o número de alunos dentro da sala de aula a fim de facilitar o trabalho dos professores no processo de ensino e aprendizagem.

Os alunos do 4º e 5º ano serão automaticamente remanejados para a Escola Municipal Antônio Henrique Filho. Se os pais ou responsáveis desejarem, poderão transferi-los para a Escola Estadual Adilson Alves da Silva. Com isso, mais de 300 alunos serão deslocados para outras unidades escolares.

ANEXO
Desse modo, a Escola Municipal Arthur Hoffig – Anexo, localizada na rua Ranulpho Marques Leal (próximo à rodoviária), que recebe os alunos da pré-escola, transferidos para unidade polo da escola, será desativada definitivamente. O local abrigará os alunos do Projeto “Educar Para a Vida”.

ESCOLA INTEGRAL
Com a ampliação e reforma da Escola Municipal Antônio Henrique Filho, a unidade passará a funcionar em período integral e fará parte do Programa Mais Educação, do governo federal. Serão abertas 233 vagas para alunos do 6º ao 8º ano.
Os estudantes inscritos no programa devem obedecer aos seguintes perfis: aqueles que apresentam defasagem idade/ano; beneficiários do Programa Bolsa Família; estudantes dos anos finais (8º ano), em que existe alto índice de abandono após a conclusão; e aqueles que tiveram alguma evasão ou repetência escolar. Os nomes dos alunos selecionados serão publicados por meio de um edital.
Serão oferecidas as seguintes atividades: pintura, vôlei, basquete, jornal escolar, matemática e letramento. Além disso, os responsáveis assinarão um Termo de Compromisso garantindo que os estudantes frequentarão as aulas.

A escola Paulo Simões Braga continuará atendendo os alunos também em período integral. A unidade oferecerá as respectivas atividades no contraturno: música, artesanato, orientação de tarefa, hora da leitura, artes marciais, futsal, dama/xadrez e saúde/qualidade de vida.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13