Rádios On-line
11559

Iagro barra entrada de banana em Mato Grosso do Sul

Fiscalização é intensificada com barreira na divisa MS-SP em Aparecida do Taboado

26 OUT 2012 - 07h:16Por Arquivo

Fiscais da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) montaram barreira no Porto Itamarati, em Aparecida do Taboado, para impedir a entrada de produtos vegetais sem a permissão de trânsito, que comprova a certificação de sanidade pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
 
De acordo com o coordenador de barreiras sanitárias da Iagro, Nilson Ricarte, uma carga de banana já foi barrada e o transportador notificado para que retorne à origem, em razão da falta de permissão de trânsito. 

A medida, segundo ele, visa impedir a contaminação de bananais em Mato Grosso do Sul por doenças fúngicas, principalmente a Sigatoka-negra. As plantações de banana também são atacadas pela Sigatoka-amarela e o mal-do-Panamá. A barreira em Aparecida do Taboado fiscaliza também a entrada de outros produtos vegetais, como mudas de cítricos. 

“A defesa sanitária tem a preocupação em garantir uma lavoura sadia, por isso os engenheiros agrônomos estão no Itamarati, para fiscalizar todos os produtos da área vegetal que entram no Estado”, afirmou Ricardo ao RCN Notícias da rádio Cultura FM 105,5 Mhz. Segundo ele, não há restrição a nenhum produto de origem vegetal, mas é necessário que o transporte seja acompanhado da Permissão de Trânsito Vegetal (PTV) emitida pelo MAPA.

CANCRO CÍTRICO

Em relação à laranja, produto muito consumido em Mato Grosso do Sul, o coordenador da Iagro disse que a preocupação maior é com a importação de mudas. O plantio no Estado precisa ser monitorado, por isso o produtor tem que se cadastrar. A Iagro já recebeu vários pedidos de autorização para o plantio de cítricos em Aparecida do Taboado.

O coordenador da Iagro diz que  a diversificação da agricultura na região é louvável, mesmo que isso tenha implicado em redução da área explorada pela pecuária, que vem perdendo espaço para a cana, eucalipto e seringueira. “A diversificação torna a agricultura mais eficiente. Nosso rebanho era o primeiro, passou para segundo, terceiro e hoje é o quarto. Não há problema, É importante que surjam outros polos produtivos”, diz.

ATRIBUIÇÕES

A Iagro tem autonomia para barrar qualquer produto de origem animal e vegetal que coloquem em risco a sanidade, inclusive a saúde humana. De acordo com a legislação, a agência “tem por finalidade promover, manter e recuperar a saúde animal e vegetal, a qualidade de seus produtos e subprodutos por meio da defesa sanitária animal e vegetal, o controle, a fiscalização e a inspeção dos produtos e subprodutos de origem agropecuária, a fiscalização de insumos agropecuários e das atividades de biossegurança, para assegurar a saúde humana
”.
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13