Rádios On-line

Jipeiros ficaram perdidos em Bataguassu por falta de organização

Jipeiros reclamam de organização de evento em Bataguassu

30 JAN 2013 - 10h:50Por Divulgação

O 4º Encontro de Jipeiros e apaixonados por Off-Road, realizado no último fim de semana, provocou reações iradas dos participantes, em razão da desorganização do evento, que estava sob a responsabilidade da equipe Tigres, de Campo Grande.

Segundo as queixas de participantes, houve uma sucessão de imprevistos e os organizadores não fizeram o básico, que era providenciar reservas em hotéis e contratar a sinalização do percurso. 

Bataguassu não pôde participar da organização em razão da imposição da equipe de Campo Grande, que alegou falta de estrutura ao clube de jipeiros da cidade. Ao final do evento neste fim de semana, o presidente da tigres, Roberto Spinola, foi criticado pelos participantes. 

O evento começou na sexta-feira, 25, com a chegada a Bataguassu de jipeiros de todos os estados do Brasil. Os primeiros problemas surgiram com a informação de que não havia reservas a os hotéis não tinham vagas. 

Em seguida, soube-se que Spínola não havia comunicado as autoridades de segurança sobre o evento – Polícia Militar, Polícia Civil e Bombeiros. Não houve também nenhuma divulgação em emissoras de rádio, sites e jornais.

A prefeitura de Bataguassu diz que foi comunicada do evento somente na sexta-feira, quando o prefeito Pedro Caravina (PSDB) recebeu um dos organizadores do evento, que foi solicitar apoio com a cessão de um trator.

No sábado, a concentração para saída ocorreu em frente à Praça do Peixe, mas com atraso de três horas. Ao invés da partida ocorrer às 9h, ela só foi possível ao meio dia. A meta era percorrer trilhas e margens do rio Pardo.

Não havia, no entanto, nenhuma estrutura adequada para a realização do evento, segundo os participantes, apontando a falta de equipes de apoio e sinalização nas trilhas. Muitos jipeiros, alguns acompanhados de de esposas e filhos, ficaram atolados no meio do mato, sem socorro. “Os organizadores nada fizeram  para socorrer os jipeiros que desembolsaram R$ 140 para participar do evento”, informou o site Cidades na Web. 

De acordo com o site, cerca de 40 participantes ficaram atolados na noite de sábado, somente no domingo os jipeiros, em mutirão, retornaram ao local para socorrer os amigos. A maioria reclamou da falta de informações e desorganização. Eram necessários pelo menos três tratores para dar apoio. Havia somente um, cedido pela prefeitura.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13