Rádios On-line

Ministério Público pede afastamento do prefeito de Paranaíba

Órgão pede também afastamento de dez servidores do primeiro e segundo escalões

29 SET 2012 - 09h:42Por Divulgação/Cultura FM 106,3 Mhz

O Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou uma medida cautelar inominada na quarta-feira, 26, assinada pelos promotores Fábio Ianni Goldfinger, Ronaldo Vieira Francisco e Juliana Nonato, pedindo o afastamento do prefeito de Paranaíba, José Garcia de Freitas (PDT), alvo das investigações do caso das notas “frias”, que resultou na Operação Geleira, deflagrada no início de abril pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco).

O MPE pede também o afastamento do secretário municipal de finanças, Deoclésio Pereira de Souza Júnior, do tesoureiro geral, Bruno Ferreira Leal, e dos servidores Jamil Balduino Machado, da Secretaria de Finanças; Renata Cristina Rios Malheiros, do Departamento de Licitações; Leonardo Aparecido da Silva Souza, chefe da Divisão de Tributos; Antonio Leonardo de Paula Leão, chefe da Divisão de Informática; Cláudio Rogério Machado, do Departamento de Compras; Álvaro Roberto Zinezi, chefe de divisão; Ione Francisco de Souza, técnico de contabilidade da prefeitura, e Fábio Henrique Leal Rodrigues.

O pedido se baseia em dois inquéritos civis instaurados pelo MP, em razão das investigações do Gaeco. Os inquéritos apuram suposto esquema fraudulento para apropriação de dinheiro púbico.

Confira a matéria completa na edição impressa deste sábado (29) do Jornal do Povo

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13