Rádios On-line

Novo núcleo da UEMS abordará questões de gênero, raça e etnia

Com execução prevista para começar em 2013, entre as atividades previstas estão a criação de portal eletrônico para o Gepegre e Negre

20 OUT 2012 - 12h:22Por Redação

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), reco¬nhecida nacionalmente por suas ações de inclusão, passa a contar agora com um núcleo específico para o tratamento desta temática. O Núcleo de Estudos em Gênero, Raça e Etnia (Negre/UEMS) terá como objetivo promover estudos, pesquisa e formação, criando espaço para debates e interlocuções sobre questões de gênero, do povo negro (pretos e pardos) e dos povos indígenas.

De acordo com Maria José de Jesus Alves Cordeiro, professora que estará à frente do novo Núcleo, esta é mais uma conquista que consolida a luta e boas práticas por uma educação inclusiva e de combate à discrimi¬nação. A criação do Núcleo conta com recursos da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, que têm sido viabilizados através do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Gênero, Raça e Etnia – Gepegre/UEMS/CNPq liderado por Maria José de Jesus Alves Cordeiro, composto por 22 pesquisadores e 11 estudantes.

O projeto foi elaborado em conformidade com as diretrizes contidas no Plano Nacional de Políticas para as Mulheres, no âmbito das ações previstas no Plano Plurianual 2012-2015, na garantia dos direitos hu¬manos com redução das desigualdades sociais, regionais, étnico-raciais e de gênero, bem como ampliação da participação social, valorização da diversidade cultural e da identidade nacional, estimula a educação, a ciência e a tecnologia. O Núcleo também tem por objetivo fortalecer o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Gênero, Raça e Etnia (Gepe¬gre), estimulando o estudo e a produção acadêmica sobre discriminação, violência e ações afirmativas ligadas às relações de gênero, mulheres e feminismo, com ênfase para mulheres negras e indígenas.

Com execução prevista para começar em 2013, entre as atividades previstas estão a criação de portal eletrônico para o Gepegre e Negre, a realização de dois seminários estaduais, publicações impressas e digitais, ciclo de palestras em vários municípios do Estado e a criação e estruturação do Núcleo, as quais também se darão por meio de diversas parcerias com movimentos sociais e outras organizações da sociedade civil. Os núcleos serão ativados em todas as unidades, incluindo Paranaíba.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13