Rádios On-line

Observatório - 13 de Abril de 2013

13 ABR 2013 - 09h:00Por Redação

ALIANÇA MONSTRENGAS
O senador Delcídio do Amaral (PT-MS) vai se consolidando como candidato à sucessão de André Puccinelli (PMDB) e, por isso, aumentam as especulações de extensão da aliança nacional entre petistas e peemedebistas. Curiosamente, a aproximação de setores do PT com correntes peemedebistas agrada xiitas e apavora moderados, como o governador Zeca do PT.

CORRIDA AO SENADO
Crescem as especulações em torno da tese segundo a qual o governador André Puccinelli seria candidato ao senado com Simone Tebet na suplência. Em 2006, sendo eleito à Prefeitura de Campo Grande, André abre espaço para Simone, concretizando, assim, uma profecia política.

VACÂNCIA
O prefeito cassado de Paranaíba, Zé Braquiara (PDT) não fará a transmissão do cargo. Segundo o juiz Plácido de Souza Neto, a partir da publicação do acórdão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), o prefeito pode se considerar fora do cargo. Como ontem já estava disponível na internet o Diário Oficial da Justiça Eleitoral, Paranaíba ficará com um vácuo administrativo durante o fim de semana e na metade do dia de segunda-feira. O presidente da Câmara, Paulo Borges Beviláqua (PPS), assumirá às 15h, apenas com a missão de preparar a chegada do novo prefeito, que deve ser empossado na terça ou quarta-feira, após a renúncia de Diogo Tita do mandato de deputado estadual.

CABEÇA INCHADA
O futuro vice-prefeito de Paranaíba, o ex-prefeito Fredson Freitas da Costa (PPS), assumiu ontem a condição de interlocutor do processo de transição em Paranaíba. Diogo Tita ficou recluso, sendo informado por telefone sobre alguns números da herança de Zé Braquiara. Segundo Fredson, há problemas em todos os setores, desde questões urbanas e sociais até econômico-financeiras. A principal bomba é a falta de dinheiro para pagar os salários dos servidores.

ESPAÇO PÚBLICO
Comerciantes do Centro de Três Lagoas estão muito irritados com a fiscalização em razão da retirada de vasos de plantas que enfeitavam entradas e as fachadas de suas lojas. A ação, na verdade, é uma primeira etapa do cumprimento da lei, já que as calçadas são bens públicos destinados ao pedestre. A lei também proíbe disposição de mesas e cadeiras, entre outros obstáculos à livre circulação. Há casos em Três Lagoas em que as calçadas são totalmente obstruídas para exposição de mercadorias.

FALSO DESCONTO
Pelo visto, a desoneração de alguns itens da cesta básica pouco influenciou no preço total. Pesquisa do Procon, divulgada ontem, apontou que, ao invés de redução, houve aumento no preço dos alimentos de Três Lagoas. Os grandes vilões são, principalmente, os produtos de hortifrúti.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13