Rádios On-line

Paranaíba capacita alfabetizadores de jovens e adultos

Principal desafio dos alfabetizadores é manter os alunos nas salas de aula e evitar a evasão escolar

30 JAN 2013 - 11h:03Por Redação

Os novos alfabetizadores do Programa Brasil Alfabetizado (PBA) de Paranaíba passam por capacitação pedagógica. A programação começou segunda-feira e vai até sexta-feira, na Escola Municipal Professora Maria Luiza Correa Machado.

O curso é oferecido pela Secretaria de Estado de Educação (SED) junto com a Prefeitura. A SED enviou a  técnica pedagógica da Educação de Jovens e Adultos, Rosa Maria Pancoti, para capacitar os alfabetizadores. 

A secretária de Educação, Maria de Fátima Dutra Romano, destacou a iniciativa de deslocamento da técnica para oferecer orientar o trabalho dos coordenadores de turmas e alfabetizadores através de estudo dos referenciais teóricos. “O que pedimos aos educadores é um cuidado especial com os nossos alfabetizandos, pois grande parcela é formada de idosos”, disse.

O curso é para alfabetização inicial e atende alunos a partir de 15 anos, desde que não saibam ler e nem escrever. O programa atende Paranaíba desde 2004, com a finalidade é erradicar o analfabetismo no município.

Rosa Maria fez apresentação do grupo e entregou os materiais com os quais serão trabalhados textos, históricos e dinâmicas. Os principais autores estudados são Paulo Freire e Emília Ferrero, doutores em Alfabetização de Jovens e Adultos. “Faz parte do nosso objetivo, estimular troca de experiências das atividades realizadas. Vamos passar o compromisso e a responsabilidade que os professores terão em etapa de oito meses em salas de aula”, explicou.

EVASÃO 
Conforme a técnica pedagógica, o principal desafio dos alfabetizadores é manter os alunos nas salas de aula e evitar a evasão escolar. Mato Grosso do Sul desde 2010 passou a ser referência nacional no MEC (Ministério da Educação). No Estado, em 2013, o Programa Brasil Alfabetizado teve uma adesão de 68 municípios. “Paranaíba sempre foi um município com grande sucesso na alfabetização. Nós temos resultados maravilhosos aqui e nossa meta é melhorar cada ano que passa”, disse Rosa Maria Pancoti.

Este ano as aulas começarão no dia 4 de fevereiro. Segundo a professora Naurides apontou as diversas localidades atendidas. “O Brasil Alfabetizado terá suas aulas ministradas na Escola Municipal Professora Liduvina Motta Camargo, no Centro de Referência de Assistência Social do bairro de Lourdes, no Jardim Primavera, na Segunda Igreja Batista e na Igreja Nossa Senhora Aparecida”.

Na zona urbana o programa busca atender moradores dos bairros Jardim Santa Lúcia, Daniel III, IV, V, VI, Santa Eliza, Santo Antonio, De Lourdes, São José e Jardim Primavera, Jardim América I, II e III e Centro. Já na zona rural, o Brasil Alfabetizado atende na Escola João Chaves, no distrito Raimundo e na Escola Capitão Altino Lopes, em São João do Aporé.

O PROGRAMA
O Programa Brasil Alfabetizado (PBA) foi criado pelo Ministério da Educação (MEC), em 2003 para promover o acesso à educação como um direito de todos, em qualquer momento da vida. O Programa capacita alfabetizadores e alfabetiza cidadãos com 15 anos ou mais, que não tiveram oportunidade de estudar, ou foram excluídos da escola, antes de aprender a ler e a escrever.

O Programa é coordenado, fiscalizado e conduzido pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC), e seus recursos são garantidos pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), com transferência para estados, municípios, empresas, universidades, organizações não governamentais e instituições civis parceiras. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13