Rádios On-line

Paranaíba será um dos três polos de urgência hospitalar

Município aguarda assinatura de portaria para aparelhamento da Santa Casa de Misericórdia

5 JAN 2013 - 07h:45Por Redação

Paranaíba deve alcançar, até final de 2014, o status de polo regional de urgência e emergência hospitalar, ao lado de Campo Grande e Dourados. O Ministério da Saúde elegeu três regiões em Mato Grosso do Sul, mas, por enquanto, autorizou apenas Campo Grande. 

O secretário de Saúde de Paranaíba, Luciano Aparecido da Silva, disse ao RCN Notícias da Cultura FM 106,5 Mhz que a meta da nova gestão é melhorar a atenção básica e estabelecer condições para que Paranaíba avance também nas especialidades médicas, em razão da escolha do município como referência para urgências e emergências no mapa do Ministério da Saúde.

O secretário informou que, nos últimos quatro anos, a Prefeitura de Paranaíba investiu na atenção básica e melhorou consideravelmente os índices no setor, mas ainda é preciso melhorar o acesso à rede de saúde pública e o atendimento. Os prédios estavam deteriorados, o que justifica a concentração dos investimentos na construção de unidades básicas. Das sete unidades projetadas, cinco já foram construídas. De acordo com Luciano Silva, a construção do laboratório também permitiu melhor atendimento, diagnóstico mais rápido e preciso aos pacientes.

Nos próximos anos, o desafio é ativar a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h, que atrasou em 14 meses em razão de demanda judicial sobre terreno.

O secretário de Saúde disse que, nos últimos quatro anos, a Santa Casa ampliou de R$ 238 mil para R$ 536 mil o seu teto base, mas a expectativa é adequar o hospital e inseri-lo na rede nacional de urgências médicas. 

Nessa condição, o Ministério da Saúde deve liberar recursos para que a UTI tenha 10 leitos. Seriam liberados R$ 1,5 milhão apenas para reforma do Pronto Socorro, mais R$ 1,56 milhão para aquisição de equipamentos e R$ 1,879 milhão para reforma e adequação da UTI. Nesse caso, os repasses aumentariam em mais R$ 190 mil por mês para custeio do PS e R$ 270 mil às UTI do Centro de Uegência.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13