Rádios On-line

Programa alimentar atende a 373 famílias em Brasilândia

Segurança alimentar atende idosos, gestantes e crianças menores de sete anos em situação de vulnerabilidade social

9 MAR 2013 - 11h:45Por Moisés Viana/Asscom

A Prefeitura de Brasilândia retomou o programa de segurança alimentar e nutricional que atende a famílias carentes e servidores públicos que ganham menos de dois salários mínimos. O programa oferece auxílio emergencial pelo período de até seis meses às famílias em situação de vulnerabilidade social. Hoje estão cadastradas 83 famílias. Incluindo servidores públicos e a população rural, a Prefeitura atende a 373 famílias com a cesta de alimentos. Na última segunda-feira, o prefeito Jorge Diogo (PT), ao lado da vice-prefeita Márcia Amaral (PSDB), iniciou a entrega de cestas do programa, denominado Protege Brasilândia. 

A secretária de Assistência Social, Eliane Lopes Leite, acompanhou a entrega. Segundo ela, a demora na entrega das cestas ocorreu devido ao processo licitatório para contratação da empresa responsável pelo fornecimento de cestas básicas para as pessoas que estão cadastradas no programa.

Foram distribuídas 73 cestas básicas aos beneficiários do Programa Protege Brasilândia. Também foram destinadas 200 cestas aos servidores públicos municipais, de acordo com a lei 2206/07, como auxílio nutricional para servidores que recebem salários brutos de até R$ 950.

DEBRASA
Foram destinadas também 100 cestas básicas às famílias do distrito Debrasa que trabalham na Usina de Cana de Açúcar e Álcool João Pessoa. Atualmente, a empresa passa por uma crise financeira e os trabalhadores estão com os pagamentos atrasados. As cestas foram entregues para evitar maiores transtornos às famílias. A Prefeitura de Brasilândia repassou, no dia 30 janeiro, 60 kits de alimentos.

PROGRAMA
“Protege Brasilândia” é um programa municipal de transferência de renda que oferece auxílio emergencial de até seis meses às famílias em situação de vulnerabilidade social. O programa é voltado ao atendimento e atenção às famílias carentes, idosos, pessoas com deficiência, defesa da criança e do adolescente, gestantes, nutrizes e crianças menores de sete anos de idade em situação de vulnerabilidade social.

A iniciativa consiste em ações como auxílio para as despesas com saúde e transporte de doentes, acolhimento a gestante carente, recém-nascidos e crianças de até um ano de idade.

Para receber o atendimento, é necessário que a família seja integrante do cadastro único da Secretaria de Promoção Social e Desporto Comunitário a fim de ser beneficiária de outros programas federais ou estaduais cujo auxílio seja insuficiente naquele momento.

Para saber mais sobre o programa, os interessados poderão se dirigir ao Centro de Referência e Assistência Social (CRAS), na avenida São José, próximo ao ESF II, no Loteamento José Rodrigues da Silva, ou na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, na rua Bartolomeu Viana Cavalcante, 1035, bairro Jardim Camargo. São necessários os documentos pessoais e, se possível, o número do Cadastro Único.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: