Rádios On-line

Secretaria de Saúde notifica 3.568 casos de dengue no Bolsão

Em Santa Rita do Pardo há 58 casos suspeitos notificados. Apenas Cassilândia e Inocência apresentam índices de média incidência

16 MAR 2013 - 08h:24Por Redação

À exceção de Cassilândia e Inocência, todos os municípios da região do Bolsão apresentaram alta incidência de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, já foram notificados nas 10 cidades do Bolsão 3.568 casos, com um óbito em Paranaíba. 

Em todo o Estado, a Secretaria de Saúde já confirmou 20 mortes, descartou 10 e ainda investiga quatro óbitos. Os dados levam em conta levantamentos feitos até o último dia 10. 

Os casos notificados no Bolsão, no entanto, correspondem a apenas 10% das notificações na Capital. São 36.756 casos em Campo Grande.

De acordo com o Laboratório Central (Lacen), os municípios que estão realizando o teste rápido para diagnóstico da dengue devem obedecer à Norma Técnica do Serviço de Vigilância Sanitária. 

Os testes rápidos são considerados “resultados presumíveis” e devem ser confirmados por outras técnicas laboratoriais.

O levantamento dos dados de dengue em Mato Grosso do Sul aponta 62.595 notificações de casos suspeitos. No Bolsão, o maior índice de infestação está em Três Lagoas, que já tem 1.671 casos notificados. Com exceção de Três Lagoas e Bataguassu (810 casos), Água Clara é a cidade com maior número de notificações. De acordo com o boletim da Secretaria de Saúde do estado, o município já soma 486 notificações de casos. 

A Secretaria de Saúde informou que a estratificação de risco para os municípios usa como ponte de corte valores de referência das taxas de incidência calculada com os números absolutos de casos suspeitos por 100.000 habitantes, divididos pela população residente de cada município. Assim, os municípios são classificados como de baixa incidência abaixo de 100 casos por 100.000 habitantes; moderada, de 100 a 300 casos por 100.000 habitantes; e de alta incidência acima de 300 casos por 100.000 habitantes.

Estão na faixa de alta incidência: Três Lagoas (1.671), Bataguassu (810), Água Clara (486), Paranaíba (230), Brasilândia (109), Aparecida do Taboado (78), Santa Rita do Pardo (58) e Selvíria (54). Na faixa de incidência moderada, estão Cassilândia (58) e Inocência (14).

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: