Rádios On-line

UEMS garimpa emendas para melhorar estrutura

Unidade da UEMS de Paranaíba é uma das mais carentes de estrutura

23 NOV 2012 - 09h:41Por Divulgação

O reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Fábio Edir dos Santos Costa, está percorrendo gabinetes de deputados estaduais, parlamentares federais e senadores. O objetivo é arrecadar recursos, por meio de emendas, para melhorar a estrutura da UEMS e até para cobrir despesas com material permanente e de consumo. 

O roteiro repete a peregrinação feita no ano passado, quando houve a proposta de emenda ao PPA (Plano Plurianual) 2012-2015, prevendo aporte de R$ 200 milhões em três anos.

Por meio do Plano de Melhoria de Infraestrutura da instituição a UEMS já viabilizou algumas emendas. Nessa semana o reitor esteve com o deputado Edson Giroto (PMDB). A maior necessidade hoje é a aquisição de equipamentos e modernização de laboratórios, além de reformas para garantir a acessibilidade, a ampliação do acervo bibliográfico, ampliação da pesquisa e ações de extensão e adequação da estrutura física das salas de aulas e laboratórios.

“A instituição necessita tanto da ampliação de suas estruturas de salas de aula, quanto também de novos laboratórios didáticos e de pesquisa, além de espaços de usos comuns e de convivência da comunidade”, disse, afirmando que todas as 15 unidades da UEMS, incluindo as do Bolsão (Paranaíba e Cassilândia) estão deficientes.

A prioridade no Plano de Melhoria para 2013 é para as unidades de Paranaíba, Cassilândia, Amambai, Aquidauana, Dourados, Ivinhema, Jardim e Nova Andradina.

H
á um ano, o reitor projetou as necessidades em R$ 38,9 milhões para atender somente aos planos de Informatização, Acesso ao Conhecimento, Equipamentos para Aulas Práticas, Vivência da Prática, Casa da Ciência e Infraestrutura. Apenas para este último projeto, seriam necessários cerca de R$ 28,4 milhões.

Para este ano, a UEMS já conseguiu viabilizar emendas parlamentares no valor de R$ 3,685 milhões junto à bancada federal para infraestrutura e R$ 400 mil junto à bancada estadual para materiais de consumo.

SENADO
Ontem, o reitor da UEMS também se reuniu com o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) para apresentar o plano de reestruturação.
“O reitor Edir me apresentou um plano que prevê a construção de novos espaços, centro de convivência, anfiteatro, laboratórios, além da recuperação e aquisição de novos equipamentos para todos os campi da UEMS. Vamos trabalhar junto ao Ministério da Educação e outras fontes de financiamento para atender os projetos em sua totalidade porque a Universidade Estadual, a exemplo de outras instituições de ensino, desempenha papel fundamental na formação e qualificação de mão-de-obra que atenderá as necessidades impostas pela diversificação da economia de Mato Grosso do Sul”, afirmou Delcídio.

A UEMS tem quase 8 mil alunos nos 52 cursos oferecidos pela instituição. Em 1994, eram apenas 18 cursos e 830 alunos. A mesma estrutura comporta hoje 626 professores e 316 técnicos administrativos.
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13