Rádios On-line

Diabéticos não encontram insulina na rede pública em Campo Grande

Ministério da Saúde diz que enfrenta problemas com importação do produto.

18 JAN 2013 - 10h:00Por Redação

Falta insulina nos postos de saúde da rede pública de Campo Grande, como mostra reportagem do Bom Dia MS desta sexta-feira (18). De acordo com a prefeitura municipal, o Ministério da Saúde está enfrentando problemas para abastecer as unidades. O medicamento é adquirido pelo Ministério da Saúde e distribuído por estados e municípios.

Em nota, o ministério informou que o fornecimento sofreu atraso por problemas com a importação do produto, e que está tentando regularizar os estoques. De acordo com o órgão, no dia 27 de dezembro de 2012 foram enviados 17 mil frascos para Mato Grosso do Sul, carga suficiente para um mês. O ministério informou ainda que, na falta do medicamento nos postos, pacientes podem retirar insulina de graça nas farmácias populares.
No estado, cerca de 30 mil pessoas são cadastradas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no programa de controle de diabetes, e podem receber insulina gratuitamente. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o problema também ocorre em Três Lagoas, onde a distribuição está irregular desde o fim do ano passado.
A Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul informa que pacientes com diabetes têm direito a pedir o medicamento na Justiça. Apenas na área da saúde, o órgão faz cerca de 200 novos atendimentos por mês. Informações podem ser obtidas pelo telefone 129 ou na sede da Defensoria, que fica na rua Antônio Maria Coelho, 1668, em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13