Rádios On-line

Diagnósticos são ampliados em 20 vezes

Ministério da Saúde distribuirá 500 mil testes para realizar o diagnóstico de PCR (biologia molecular) para o vírus Zika

23 JAN 2016 - 13h:37Por Valdecir Cremon

O Ministério da Saúde distribuirá 500 mil testes para realizar o diagnóstico de PCR (biologia molecular) para o vírus Zika. Com isso, os laboratórios públicos ampliarão em 20 vezes a capacidade dos exames, passando de mil para 20 mil diagnósticos mensais. 
As primeiras 250 mil unidades serão entregues, em fevereiro, inicialmente para 27 laboratórios, sendo quatro de referência e 23 Laboratórios Centrais de Saúde Pública. 
A previsão é que os outros 250 mil testes cheguem no segundo semestre. No total, o governo investiu R$ 6 milhões na compra dos produtos.
Também serão adquiridos outros 500 mil testes nacionais de biologia molecular, produzidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para diagnóstico de dengue, Zika e chikungunya. Chamado de Kit NAT Discriminatório para dengue, Zika e chikungunya, o procedimento permite realizar a identificação simultânea do material genético para os três vírus, evitando a necessidade de três testes separados. 
A novidade garantirá maior agilidade para o diagnóstico realizado na rede pública, além de reduzir os custos e permitir a substituição de insumos estrangeiros por um produto nacional.

Deixe seu Comentário