Rádios On-line
8689

Hipnose ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas

Apesar de resultados comprovados, ainda existem muitos incrédulos nos trabalhos com a mente

8 SET 2012 - 11h:14Por Rafael Rossi/JP

Traumas, fobias, vícios... Para curar diversos males como esses que afligem a sociedade, a quantidade de pessoas que tem recorrido à hipnose aumenta a cada dia. Segundo o dicionário Aurélio, hipnose significa “Estado de pessoa mergulhada em sono hipnótico”. O professor e hipnólogo, Jorge Nahabedian, explica que os principais anseios dos clientes que buscam esse “sono” é trabalhar a autoestima, a segurança, confiança, dormir melhor e a cura de doenças, como a depressão e a obesidade.

Segundo Jorge, a intenção é se livrar dos medicamentos. “A maioria não quer mais tomar remédio e procura a cura com a hipnose, onde descobrimos os motivos que levam o paciente estar com determinados problemas e bloqueamos no cérebro essa causa”, explica. Mas se tivesse que apontar qual tipo de paciente atende em quantidade maior, o hipnólogo garante que são pessoas acima do peso.

“A obesidade, sem dúvida, é o que eu mais trato. Não que a diferença para outros problemas seja grande, não é. Mas esta é a principal doença que cuido”. Na sessão, o paciente tem um balão bariátrico imaginário instalado em seu corpo, até que chegue ao peso desejado. “O cérebro imagina que há o balão e passa a informação de saciedade para o paciente de maneira bem mais rápida”, contou.

Além de trabalhar em Campo Grande, Nahabedian, vai atender em Três Lagoas durante todo o dia deste sábado (8) e, posteriormente, às segundas-feiras, a partir do próximo dia 17. O hipnólogo ministra ainda cursos de auto hipnose e hipnose clínica, nos quais ensina outras pessoas a fazerem o mesmo trabalho que ele. “É uma gratificação muito grande poder ajudar. Fazendo isso, acabei ajudando até a mim mesmo. Melhorei muito a minha comunicação com as pessoas”.

A principal diferença entre o tratamento com a hipnose e outros convencionais é o tempo necessário para se conseguir resultados. “É bem diferente mesmo. Em dez sessões, que devem durar de dois meses e meio a três meses, muitos problemas acabam enquanto que, no tratamento comum, demoraria de seis meses a um ano. Os resultados são bem mais rápidos”.

INCRÉDULOS

O hipnólogo leva na esportiva a descrença de muitos em seu trabalho. “Já recebi em meu consultório pessoas e pessoas. Alguns simplesmente pagaram para me testar. Para provar que não seriam hipnotizados. São indivíduos que assistem muitos filmes na televisão e não sabem o que é hipnose”.

Um caso em especial lhe chamou a atenção. “Uma pessoa me disse que não ia mais se tratar comigo porque a psicóloga dela falou que iam reprogramar a mente dela para fazer coisas que ela não queria. E o tratamento não é nada disso. A gente só trabalha no que a pessoa pedir. Esse já é um caso de gente que pensa que sabe o que é hipnose”.

Jorge Nahabedian atende neste sábado em Três Lagoas no Centro de Pscologia Velit Vitae, na avenida Filinto Müller, 825. Informações pelo telefone 9129 9844.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13