Rádios On-line

Militares iniciam combate ao Aedes aegypti nas ruas e avenidas de Três Lagoas

Ao todo, 50 pessoas entre agentes e soldados do Exército atuam na força-tarefa contra o mosquito

18 JAN 2016 - 10h:30Por Kelly Martins

O combate ao mosquito Aedes aegpty ganhou um reforço nesta segunda-feira, 18, em Três Lagoas. Ao menos 20 soldados da 2ª Companhia de Infantaria do Exército já percorrem ruas e avenidas da cidade contra a reprodução de focos do mosquito, que também transmite o zika vírus e a febre chikungunya.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 50 pessoas entre agentes comunitários de saúde, do setor de endemias e militares atuam na força-tarefa para evitar uma epidemia de dengue e também registros das outras doenças provocadas pelo Aedes aegpty. Eles vão visitar as residências e orientar os moradores sobre os cuidados que devem ter diariamente.

Nesta segunda-feira, o grupo deverá percorrer, conforme o cronograma,  a região que compreende as avenidas Capitão Olyntho Mancini, Filinto Müller e Ranulpho Marques Leal. Na sequência, serão os bairros que apresentaram o maior índice de infestação do mosquito, como Nossa Senhora das Graças, Santa Rita e Nossa Senhora Aparecida. 

De acordo com o estudo, realizado pelo Ministério da Saúde, 4,4% das residências de Três Lagoas possuem focos da larva do mosquito. O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde registrou 2.182 casos notificados da doença no município. 

Deixe seu Comentário