Rádios On-line

Polícia investiga tentativas de golpe contra parentes de pacientes na UTI

Ao todo, foram registrados 11 casos de tentativa de estelionato na cidade

30 JAN 2016 - 12h:18Por Loislenne Longui

A Polícia Civil de Três Lagoas abriu inquérito para investigar os 11 casos de tentativa de estelionato aplicados semana passada, em parentes de pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais de Três Lagoas. De acordo com o delegado Paulo Rossetto, da 1ª Delegacia de Polícia Civil, a investigação já aponta uma pessoa como suspeita.

Para não atrapalhar as investigações, a polícia não pôde revelar detalhes do suspeito, mas esclareceu que já foram enviadas algumas medidas de investigação para o Poder Judiciário.

Conforme as investigações policiais, as vítimas informaram a mesma conta bancária e o mesmo número de telefone, que possuía o código de Discagem Direta a Distância (DDD) de Cuiabá (MT).

Por enquanto, há apenas um inquérito para todas as vítimas, pois de acordo com o delegado, ainda não foram registrados outros casos com números ou contas bancárias diferentes, mas caso haja uma nova denúncia envolvendo outros dados, a investigação será feita separadamente.

Rossetto disse ainda que, nenhuma vítima chegou a efetuar o depósito da quantia exigida pelo golpista. “Felizmente, ninguém se deixou levar pelo desespero. Procurar à polícia em situações como essas, é o primeiro passo a se tomar para não cair em um golpe”, orienta.

A polícia informou ainda que, o golpe, aplicado em familiares, exigia uma quantia elevada em dinheiro por se tratar de remédios de alto custo destinados aos pacientes internados na UTI.

Deixe seu Comentário