Rádios On-line
PROJETO

2º Batalhão da PM visa tirar crianças da rua

O projeto “Chute Forte” iniciou há cinco anos pela Associação de Cabos e Soldados, passou pela Polícia Ambiental e agora está no 2º Batalhão

11 MAR 2017 - 11h:16Por Viviane Pinheiro

Um projeto desenvolvido pelo 2º Batalhão de Polícia Militar está chamando a atenção principalmente das crianças que moram em Três Lagoas. Todos os sábados, 25 crianças se reúnem para praticar uma das paixões do país, o futebol. 

O projeto “Chute Forte” iniciou há cinco anos pela  Associação de Cabos e Soldados, passou pela Polícia Ambiental e agora está no 2º Batalhão.  A faixa etária dos pequenos participantes é de 9 a 14 anos. São crianças que moram em diversos bairros da cidade e que contam com a presença do sargento Gildo Severino para bater uma bolinha. 
Gildo, que está desde início no comando do projeto, afirmou que leva o filho para participar todos os sábados. “Meu filho participa desde os oito anos; vim de uma família humilde e sempre participei de vários projetos, quero que o meu filho tenha esse exemplo dentro de casa”. 

Ao ser questionado sobre a sensação de estar presente na vida de várias crianças, ele se emociona. “Isso me completa como ser humano. Não tenho como descrever a alegria que eu sinto quando vejo as crianças jogando”, finaliza. 

Um dos primeiros jogos foi realizado no Estádio do Madrugadão. No treinamento, houve a entrega de ovos da Páscoa e tênis. Isso só foi possível porque houve uma parceria com empresas da cidade de Selvíria e Três Lagoas.  

Deixe seu Comentário