Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Alteração no nome de ruas e avenidas gera polêmica e secretaria garante regularização

Projeto de lei que muda o nome de 22 ruas e avenidas foi aprovado pela Câmara e sancionado pela Prefeitura de Três Lagoas

16 MAR 2016 - 13h:45Por Kelly Martins

O projeto de lei que altera os nomes de 22 ruas e avenidas de Três Lagoas ganhou repercussão nas redes sociais e gerou polêmica entre moradores. Os logradouros estão localizados em 15 bairros da cidade e a mudança passou a vigorar a partir desta terça-feira, 15, após ser promulgada pela Prefeitura Municipal.  

Muitos internautas questionaram a necessidade da mudança e se manifestaram contrários ao projeto de lei, nas páginas da web. Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico explica que houve a necessidade da mudança para a regularização das vias após diversos problemas com as nominações das ruas, que teriam gerado reclamações de moradores.

Muitos pontos estariam com “nomes repetidos ou com mais de um nome, outros com nominações definidas por lei, mas popularmente chamada por outro nome”, consta trecho da nota. Outra questão levantada pela secretaria é sobre a Lei nº. 1.733, de 30 de outubro de 2001, que regulamenta o processo de nominação das vias de Três Lagoas, e que não estaria sendo cumprido, ocasionando dificuldades no mapeamento da cidade pelas repartições públicas e até mesmo na entrega de correspondências pelos Correios.

A secretaria explica ainda que o processo de regularização iniciou no final da última gestão, onde foi criada uma comissão multidisciplinar com participação de servidores das secretarias de Planejamento, Obras, representantes da Associação Comercial, da concessionária de energia elétrica, dos Correios e vereadores. A comissão elaborou um estudo sobre a necessidade da regularização se transformando no projeto de lei.

(Internautas comentam sobre a lei na página do Jornal do Povo)

Logradouros

A rua Projetada I, no bairro Jardim Carandá, por exemplo,  passou a ser chamada de Viela Marta Eugênia Neves. A Viela Projetada 2, no mesmo bairro, foi denominada de Viela João Camargo Machado.

A Viela Travessa 123, no bairro Santa Rita, passa a ser Viela José Francisco de Oliveira. Na mesma região, a Viela B, agora, é Viela Paulo Tarso Moreira. As ruas Jornalista e do Repórter, no bairro Maristela, se tornaram ruas José Rodrigues da Silva e Jesus Hernandes Martin, respectivamente.

A rua dos Pinguins, entre os bairros Vila Carioca e São João, virou Rua Luis Almeida. Localizada no Residencial Montanini, a rua Alameda passou a ser rua Manoel Moreira de Magalhães. As ruas P, Projetada H e do Comerciante, nos bairros Jardim Eldorado I, Maristela e Imperial, se tornou rua Reginaldo Carneiro de Barros. A rua Alameda 24, no Residencial Montanini é rua Maria Rodrigues Barbosa.

A avenida D, entre os bairros Vila Maria e Guanabara, passou a ser rua Lucílio Moreira Costa. A avenida Osvaldo Montanini, localizada no Residencial Montanini, agora é Avenida Francisco Neto de Araújo. A rua dos Lírios, no bairro São João, é denominada rua Herminia Alves Garcia. A rua Alameda RM1, no Residencial Montanini, virou rua João D’Escóssia Sejópolis.

A Viela Projetada, entre os bairros Vila Nova e Guanabara, transformou-se em Viela Professor Henrique José de Souza. A rua D, no Jardim Oiti, é a rua Manoel Garcia Latta. A rua Alameda RM16, no Residencial Montanini, denomina-se rua Edu Vilela dos Reis. A rua Juriti, no bairro São João, virou rua Anna Fernandes Bazan.

Já o trecho entre a rua Manoel Pedro de Campos e avenida Sobral, entre os bairros Bairros Santos Dumont e Nossa Senhora Aparecida, passou a ser rua Itacil Pereira Martins. O trecho entre a avenida Rosário Congro e rua Maria Guilhermina Esteves, passando pelos bairros Santa Rita e São Carlos, transformou-se em rua Manoel Rodriguez Artez.

O trecho entre as avenidas Capitão Olinto Mancini e Rosário Congro, no bairro Jardim Primaveril, agora é rua Visconde de Tamandaré. No bairro Ypês foi criada a avenida Patrocínio de Souza MarinhoJúnior “Sininho”. No condomínio Novo Oeste, trecho entre as ruas Quixeramobim e Moliana, virou rua Adilson Rodrigues de Souza. 

Deixe seu Comentário