Rádios On-line
ESPAÇO

Anel de poeira na órbita de Vênus é registrado pela primeira vez

Observação ocorreu após instrumentos a bordo da nave fornecerem imagens

21 ABR 2021 - 09h:39Por Redação

A sonda espacial Parker, da NASA, revelou um anel de poeira cósmica ao redor de Vênus, registrando o padrão circular em quase sua totalidade pela primeira vez. A observação ocorreu após instrumentos a bordo da nave fornecerem imagens nos quais os remanescentes de asteroides e cometas projetavam a luz solar em suas órbitas, devido a forças gravitacionais.

No caso, o equipamento responsável pela descoberta foi o Wide-field Imager for Solar Probe (WISPR), composto por dois painéis heliosféricos de luz visível, com a função de obter imagens interplanetárias para o estudo de vento solar. A equipe responsável pela missão conduziu um processamento especial das fotografias recebidas, e visualizou uma luz branca brilhante refletida no percurso exato do planeta.

Segundo cientistas planetários, os dados podem ajudar na compreensão desse tipo de anel, bem como da formação e dinâmica do Sistema Solar. Apesar de a fonte do fenômeno ainda não ser conhecida, as informações podem trazer mais pistas sobre o transporte de materiais e interações de partículas no espaço.

“Uma ideia é a de que os anéis de poeira se formaram naturalmente a partir de uma nuvem primordial. Porém, vários pesquisadores afirmam que a gravidade de cada planeta gradualmente prendeu as partículas, talvez até asteroides ou partículas de cometas em sua órbita”, explicou o astrofísico Russell Howard, do Laboratório de Pesquisa Naval (NRL) dos EUA.

“Estamos aprendendo coisas sobre a dinâmica, as trocas, de partículas de poeira em toda a heliosfera que antes da sonda solar Parker não sabíamos”, adicionou Guillermo Stenborg, astrônomo do NRL. (Informações da Tec Mundo).

 

Deixe seu Comentário