Rádios On-line

Arapuá recebe primeira parcela para construção de Laticínio

Recurso de R$ 30 mil será utilizado para dar entrada na documentação legal e licenças ambientais

28 FEV 2013 - 08h:01Por Arthur Freire/JP

Está depositada em conta a primeira parcela do recurso de aproximadamente R$ 1 milhão para a implantação de um laticínio no distrito de Arapuá – projeto desenvolvido pelo programa Rede de Desenvolvimento Sustentável (Redes), do Instituto Votorantim, em parceria com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A parcela, o equivalente a R$ 30,8 mil, está disponível na conta do Centro Rural de Arapuá desde a semana passada e deverá ser utilizada para a requisição de toda a documentação necessária e custeio de estudos para licenças ambientais, conforme informou o presidente da instituição, Orvino Thiago de Souza. 


De acordo com ele, o Centro Rural, que por enquanto está à frente do projeto – até que seja fundada a cooperativa dos produtores de leite de Arapuá -, terá 90 dias para apresentar os projetos e requisitar as licenças ambientais. Nesse período, os membros da instituição também deverão realizar visitas a laticínios e cooperativas para entender o processo de produção e funcionamento de uma cooperativa. “Parte desse recurso, R$ 5 mil, veio apenas para essas visitas. Acredito que vamos começar com um laticínio pequeno, do porte que será o nosso. Mas o local ainda está em fase de definição, com a ajuda do Renato [Renato Carrato, da Secretaria de Meio Ambiente, Agronegócio, Ciência e Tecnologia]”, completou.

Orvino explicou que a cooperativa dos produtores deverá ser formada dentro do prazo de um ano, período em que será construído o laticínio. Até lá, a coordenação de custos e construção da usina de pasteurização do leite será feita pelo Centro Rural – instituição com 60 anos e que hoje conta com mais de 30 membros. “Fomos nós que solicitamos esse projeto. Essas reuniões acontecem há anos e todos os membros aprovaram a ideia. Por enquanto, sou o pai desse projeto. Mas a intenção é repassá-lo para a cooperativa, da qual não sei se farei parte”, disse.

Confira a matéria completa na edição Nº 5.138, de 28 de fevereiro, do Jornal do Povo.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13