Rádios On-line
8975
Nova Estrela 0603
TRêS LAGOAS

Área da antiga Mabel deve ser vendida para outra indústria

Terreno foi doado em 1998 para a Mabel e não voltará para o município

15 ABR 2019 - 14h:03Por Ana Cristina Santos

A área de aproximadamente 150 mil metros quadrados, onde funcionava a fábrica de biscoitos da Mabel, agora Pepsico, no Distrito Industrial de Três Lagoas, não voltará para o município.

O terreno foi doado em 1998 para a Mabel, e em 2011, foi comprada pela multinacional Pepsico. Na manhã desta segunda-feira (15), a empresa anunciou o encerramento das atividades em Três Lagoas, e demitiu 360 funcionários.

O prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) disse que a administração municipal foi “pega de surpresa” com a decisão da empresa. Em reunião com o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Aparecido de Moraes, e com o diretor de Indústria da secretaria, Marcus Vinicius, os diretores da Pepsico, explicaram o motivo do fechamento da fábrica, que se deve a uma questão de logística, pois vai concentrar a produção nas plantas de Sorocaba (SP), Aparecida de Goiânia (GO), e Itaporanga D’ Ajuda (SE).

Segundo o prefeito, a empresa já estaria negociando a venda da área para outra indústria.  De acordo com Guerreiro, desde a época da Mabel, a empresa já havia cumprido com todas as cláusulas previstas na lei de doação da área. Por esse motivo, o terreno não volta para o município, já que a empresa gerou os empregos e investiu o valor previsto no projeto de doação da área.

Além da área, a empresa ficou isenta do Imposto Predial e Territorial Urbano o IPTU durante esses 21 anos de operação no município. A partir de agora, com o encerramento das atividades, a Pepsico terá que pagar o IPTU da área. Por esse motivo, ela tem interesse na venda do terreno.

O prefeito disse que recebeu com “tristeza” o fechamento da fábrica, mas que o município  está trabalhando para a instalação de outras indústrias no município.

 

 

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13