Rádios On-line
OBRAS

Área da NOB será transformada em polo comercial, segundo Guerreiro

Galpão que abrigará feirantes terá 200 boxes de hortifruti e alimentação

8 MAI 2021 - 10h:05Por Ana Cristina Santos

As áreas que pertenciam a antiga Noroeste do Brasil, na região central de Três Lagoas, serão transformadas em polo comercial. A área nas imediações da antiga estação ferroviária, no centro, já começou a ser ocupada. O prédio da antiga estação já passou a abrigar o Departamento de Cultura. O galpão da antiga oficina passa por revitalização e será utilizado para eventos e reuniões teatrais pelo departamento de Cultura.

No próximo mês, o novo espaço da feira livre será inaugurado na área que pertencia a antiga Noroeste do Brasil. Atualmente, a feira livre funciona na avenida Rosário Congro, onde os feirantes montam as barracas. Mas, a partir de junho, eles terão local próprio para a comercialização dos produtos.

De acordo com o prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB), a previsão é de que o novo espaço da feira central seja inaugurado dia 15 de junho, aniversário de Três Lagoas. Guerreiro informou que, as obras estão 85% executadas. 

A feira central está em construção em uma área de cinco mil e quinhentos metros quadrados e terá 200 boxes de hortifrutigrajeiros e 30 de alimentação. Alguns feirantes terão dois boxes pela padronização. Além disso, de acordo com o prefeito, o novo espaço foi projetado para, futuramente, atender os médios produtores rurais. Um espaço para os artesãos também está sendo disponibilizado no local. 

Guerreiro adiantou que a intenção é transformar essa região em polo comercial. Ao lado do galpão da feira está em construção a central de abastecimento da agricultura familiar. A prefeitura já desenvolve um projeto também para a construção do shopping popular na mesma área. De acordo com o prefeito, a ideia é valorizar essa área e torna-la um ponto comercial e de turismo. 

Com relação aos boxes a mais que foram construídos, o prefeito adiantou que os futuros ocupantes deverão passar por uma seleção a fim de verificar se preenchem os requisitos para ocupá-los.

A feira livre está em construção em etapas. Nesta primeira, está prevista a conclusão do barracão dos feirantes, e na segunda, o estacionamento.  A feira, no entanto, vai começar a funcionar antes do estacionamento ficar pronto.

Confira na reportagem:

Deixe seu Comentário