Rádios On-line
ALERTA

Ataques de escorpiões chegam a 10 casos só neste ano em Três Lagoas

CCZ visitou 221 imóveis após aparecimento de escorpiões

27 JAN 2019 - 07h:00Por Kelly Martins

Ataque de escorpiões em diversos bairros de Três Lagoas têm gerado alertas e preocupado os moradores. Dez pessoas foram picadas somente neste ano, na cidade, e encaminhadas para hospitais  e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Todos os pacientes receberam o tratamento adequado e não houve nenhuma morte até esta semana. 

Um dos casos foi o de um adolescente de 15 anos, que mora em área rural e foi picado na segunda semana de janeiro. Ele estava tomando banho quando o escorpião saiu de um ralo. O menor foi socorrido pela família e levado a uma unidade médica. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), 221 imóveis foram visitados por agentes após reclamações de aparecimento de animais peçonhentos no ano passado. 

No ano passado, 45 pessoas foram picadas por escorpiões na cidade. O coordenador do CCZ, Everton Ottoni, explica que no período intenso calor aliado com as chuvas aumenta o aparecimento de animais peçonhentos. 
O escorpião da espécie tityus serrulatus, conhecido popularmente como escorpião-amarelo, é um dos mais venenosos e o que tem aparecido em maior número em cidades da região. 

Dessa forma, faz alertas para os cuidados necessários contra ataques. É importante, segundo ele, que os moradores mantenham os quintais limpos, sem entulhos e telas em ralos de banheiros. Ottoni disse que uma pessoa picada deve procurar a UPA para tomar o soro específico para neutralizar o veneno do escorpião. Deve, também, capturar o escorpião e levá-lo ao CCZ, para a identificação da espécie.

LACRAIA 
Nesta semana, uma lacraia com 20 centímetros apareceu em uma casa, no bairro Jardim Maristela. O animal estava na cama de uma criança, que não chegou a ser atacada. 

Deixe seu Comentário