Rádios On-line
7924
Estoque

Aterro da construção civil terá acesso restrito

Município estuda mecanismos para acabar com a existência de lixo doméstico no local

25 AGO 2012 - 08h:25Por Claudio Pereira

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente pretende restringir o acesso ao aterro de resíduos sólidos situado na rua Egídio Thomé, ao lado do Centro de Controle de Zoonoses, bairro Jupiá. Conforme o secretário da pasta, José Estevão Moraes Palma, na próxima semana a Prefeitura deverá contratar serviço de fiscalização e monitoramento de todo o material que é depositado naquele espaço. A intenção é contratar uma pessoa que, após treinamento específico na área, acompanhe todos os depósitos feitos no terreno. “Essa pessoa fará a triagem do material que chega lá. Caso sejam encontrados materiais não compatíveis para a principal finalidade, que é receber entulhos de construção civil e de podas de árvores, a pessoa terá de dar destinação correta e poderá estar sujeita à multa”, disse.

O secretário explicou que alguns empresários já foram multados por depositar lixo junto com resíduos sólidos no passado, mas sabe que o espaço também é utilizado pela população. “Por isso, todo esse processo precisa ser discutido com eles, tanto que temos uma reunião [com a classe] marcada para a próxima semana. Mas algo precisa ser feito, e com urgência. Do jeito que está não tem como continuar”. O secretário lembrou que aquela região tornou-se uma área residencial que, além do mau cheiro gerado pelo aterro, sofre com o volume de sacolas plásticas e de outros materiais que são levados pelo vento para a rua e residências próximos.

José Estevão informou ainda que está ciente dos casos em que a população joga o lixo doméstico nas caçambas destinadas a resíduos da construção civil. Mas isso, de acordo com ele, não tira dos empresários a responsabilidade sobre a destinação. “A pessoa que deposita lixo doméstico naquele local precisa estar ciente de que está sujeito à multa e que as caçambas são destinadas exclusivamente a resíduos sólidos. Entretanto, isso não tira do empresário a parcela de responsabilidade. Cabe a ele fazer a parte dele. Assim como a população precisa ter consciência de que não pode jogar entulhos em terrenos baldios e ruas afastadas da área central”, disse, citando casos de moradores que jogam resíduos sólidos em locais públicos, principalmente nos acessos da cidade. 

Conforme o secretário, a contratação deverá será feita mesmo em período eleitoral. “Não será uma contratação de pessoa, mas sim de uma empresa que prestará serviços durante esse período. Precisamos resolver esta situação rapidamente. Não dá para esperar”.

A intenção do município é, além da contratação de pessoal, cercar com grade toda a área, implantar portões e estabelecer horários de funcionamento. 

PLANO
O secretário antecipou também que está agendada para o dia 12 de setembro a apresentação pública do Plano Municipal de Resíduos Sólidos, que determina diretrizes para todo e qualquer tipo de resíduo produzido no município. “Este será um passo essencial para a implantação da coleta seletiva de lixo em Três Lagoas”.
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
BAND
7300