Rádios On-line

Aumento de verba garante portões abertos na Expotrês

Sindicato Rural receberá R$ 500 mil como auxílio para a realização da feira

3 MAI 2013 - 08h:54Por Arthur Freire/JP

A administração municipal irá repassar R$ 500 mil para auxiliar o Sindicato Rural na realização da 36ª Exposição Agropecuária e Industrial de Três Lagoas (Expotrês), que acontecerá no próximo mês de junho. O recurso é o dobro do valor repassado em 2011 e 2012, quando a entidade recebeu R$ 250 mil do poder público. O dinheiro destinado pela Prefeitura visa garantir portões abertos à população em todos os shows, assim como no recinto do rodeio.

Segundo o presidente do Sindicato Rural, Pascoal Luiz Seco, sem a ajuda financeira da Prefeitura seria impossível realizar o evento com portões abertos. O aporte financeiro maior que será destinado neste ano, conforme Pascoal, foi um pedido da própria diretoria do sindicato. Ele informou que, com o valor repassado no ano passado, houve certa dificuldade para fechar as contas, já que somente a grade de shows ficou em R$ 420 mil, e o rodeio quase R$ 200 mil. 

“O custo para a realização de uma feira como esta não fica menos de R$ 1 milhão. Seria inviável realizá-la com R$ 250 mil. Essa ajuda financeira da Prefeitura é de extrema importância para que possamos realizar um evento de qualidade”, destacou o presidente do Sindicato Rural. Ela adiantou que a grade de shows já está praticamente definida e que o lançamento oficial deve ocorrer na semana que vem.

“Vamos fazer o lançamento oficial com a prefeita e temos certeza de que a programação irá agradar a população”, frisou. De acordo com Pascoal, a programação artística foi definida em conjunto com a Prefeitura. As atrações, segundo ele, serão variadas. Uma delas, adiantou, será de um músico da Bahia. Ele não revelou o nome do artista, mas já descartou o show de Ivete Sangalo. “Um dia, quem sabe, a gente tem a sorte de trazer a Ivete, que tem um carisma muito grande, mas hoje não teríamos recursos para isso”, comentou.

Uma das novidades para 2013, segundo Pascoal, será um rodeio mirim da Companhia Formiguinha. “Este ano será mais incrementado para a feira. Haverá o projeto fazendinha, com pôneis, vaquinhas e charretes. Deveremos ter outras novidades, que ainda estamos fechando”, disse Pascoal.

BARRACAS
Quanto à polêmica em relação às entidades filantrópicas colocarem barracas gratuitamente dentro do recinto durante a festa, o presidente disse que não é contra, mas o sindicato não teria condições de arcar com o restante das despesas da feira. “É justamente da praça de alimentação que vem o maior recurso para que possamos dar continuidade à festa, porque não são apenas esses R$ 500 mil. A feira vai parar em quase R$ 1 milhão, e nós temos que buscar o restante do recurso da praça de alimentação, do parque infantil, das locações dos espaços” explicou.

Quanto aos preços dos produtos que são comercializados durante a Exposição, Pascoal disse que o Sindicato não pode interferir no valor. Entretanto, sugere que os comerciantes não pratiquem valor absurdo e fixem o preço dos produtos nas barracas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13