Rádios On-line
CENTRAL DE ABASTECIMENTO

Barracão da NOB agora é ‘mini Ceasa’

Central de Abastecimento da Agricultura Familiar começou a funcionar ontem; recurso federal irá para obra de sede definitiva

9 DEZ 2017 - 07h:11Por Ana Cristina Santos

Um projeto piloto da Central de Compras da Agricultura Familiar foi inaugurado nesta sexta-feira (8), em Três Lagoas. Instalada em um dos barracões que pertenciam à antiga Rede Ferroviária da Noroeste do Brasil (NOB), onde funcionava a Citocal, no centro da cidade, a “mini Ceasa” funcionará, inicialmente, às terças e sextas-feiras, das 5h às 11h. 

O projeto piloto tem a participação de seis associações de pequenos produtores de Três Lagoas que vão utilizar o espaço para a comercialização de verduras e legumes, bem como de mel. Além de venda no local, a ideia do projeto é que os empresários de bares, restaurantes, lanchonetes, hotéis e mercados possam adquirir verduras, frutas e legumes orgânicos das associações.

A “mini Ceasa” é uma iniciativa do Sebrae e da prefeitura. De acordo com a gerente regional do Sebrae de Três Lagoas, Josi Signore,  desde 2009 os pequenos produtores recebem orientação para trabalhar com a agricultura familiar. Além de entregar  para escolas e empresas, o Sebrae entendeu que seria necessária ampliar o projeto.

A inauguração do projeto teve a participação do prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB), dos deputados federais Wander Loubet e José Orcírio Miranda, o Zeca do PT, secretários, vereadores, entre outros.  
Guerreiro informou que os deputados apresentaram uma emenda de R$ 700 mil para a construção de uma moderna Ceasa na mesma região de onde foi instalado o projeto piloto, nas áreas da antiga ferrovia que, recentemente foram repassadas ao município.  A intenção, segundo o prefeito, é ampliar o projeto e aumentar o número de participantes em um espaço mais amplo e adequado.

FEIRA
Além da mini Ceasa, o prefeito anunciou também a construção de um barracão coberto para a feira livre que acontece na avenida Rosário Congro. A ideia é que os feirantes tenham um espaço adequado e fiquem protegidos de sol e chuva.

De acordo com o prefeito, o senador Waldemir Moka (PMDB) apresentou emenda ao orçamento da União, de R$ 500 mil, para a construção do novo espaço para os feirantes, orçado em mais de R$ 1 milhão. Segundo o prefeito, a ideia é iniciar e inaugurar esse projeto no ano que vem.    

Deixe seu Comentário