Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
NA DIVISA

Barreira sanitária monitora quase 5 mil pessoas que chegam em Três Lagoas

Serviço foi implantado há 6 dias e, em média, 802 pessoas são abordadas na divisa com Castilho (SP)

8 ABR 2020 - 14h:00Por Tatiane Simon

As barreiras sanitárias, em funcionamento desde a quarta-feira passada, dia 2 abril, na divisa entre as cidades sul-mato-grossenses com as paulistas já traz números consideráveis. Em Três Lagoas, o serviço ocorre no Posto Fiscal, no início da BR-262 na divisa com Castilho, no Estado de São Paulo. Em seis dias, 4.815 pessoas - entre motoristas e passageiros - foram monitoradas. Ou seja, por dia, 802 pessoas são abordadas na divisa dos estados, em média.

A barreira consiste na abordagem e orientação dos condutores e ocupantes de veículos que estão entrando no município e identificação de possíveis sintomas relacionados ao Coronavírus.

O trabalho tem o apoio das equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria Estadual da Fazenda (SEFAZ), SEST/SENAT e IAGRO.

Sem prazo definido para terminar, os condutores que chegarem em Três Lagoas recebem material informativo, noções de higienização e, caso haja alguma suspeita de gripe, máscaras. Além disso, são orientados a procurarem as unidades de saúde.

Estado

Em Mato Grosso do Sul as 17 barreiras sanitárias em operação nas estradas e no Aeroporto Internacional de Campo Grande, tem abordado uma média de sete mil pessoas por dia. Antes, com parte das unidades funcionamento, essa média era de cinco mil. 

Dados divulgados nesta terça-feira (7) pela Comissão de Controle Sanitário de Mato Grosso do Sul (CCS/MS) mostram que desde o início das operações 33,1 mil pessoas foram abordadas em 16,4 mil meios de transportes nos postos fiscais terrestres e aeroporto. 

O Posto Fiscal XV de Novembro, localizado na BR-267, no município de Bataguassu divisa com São Paulo, abordou 7.542 pessoas em 4.219 meios de transportes. No Posto Fiscal Jupiá, em Três Lagoas, foram 4.815 pessoas em 2.405 meios de transportes. O Posto Fiscal Ilha Grande, em Mundo Novo, abordou 1.711 pessoas em 1.072 meios de transporte. Em Anaurilândia, o Posto Fiscal Ofaié, contabiliza abordagem de 2.354 pessoas em 1.457 meios de transportes.

A base de fiscalização Campo Bom, em Chapadão do Sul, contabiliza 2.689 pessoas abordadas em 1.110 meios de transportes. Em Corumbá, o Posto Esdras, possui registro de 774 pessoas abordadas em 66 meios de transportes. O Aeroporto Internacional de Campo Grande registra até o momento 1.084 pessoas abordadas em 18 aeronaves. As demais unidades de fiscalização totalizam 10.656 pessoas abordadas.

Com o Posto de Corumbá e as unidades do Ceasa e Guia Lopes da Laguna, que contam com o apoio de servidores do Iagro, Mato Grosso do Sul conta atualmente com 17 barreiras sanitárias em operação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13