Rádios On-line
PLANO SAFRA

BB amplia recursos com financimento maior no Estado

Governo vai liberar R$ 225 bilhões para cultivo e colheita em 2010/2020; detalhamento está previsto para segunda-feira

7 JUL 2019 - 07h:30Por Gabriela Couto e Otávio Neto

Entrou em vigor no dia 1º de julho o Plano Safra 2019/2020 com R$ 225,59 bilhões, sendo R$ 169,33 bilhões para crédito rural (custeio, comercialização e industrialização) e R$ 53,41 bilhões para investimentos. O Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural terá R$ 1 bilhão, mais que o anterior da safra 2018/2019. Para 2020, haverá R$ 1,85 bilhão para apoio à comercialização nas modalidades de aquisição direta do produtor, contratos de opção de venda e subvenção de preços. O plano vale até 30 de junho de 2020. O superintendente do Banco do Brasil no Mato Grosso do Sul, Sandro Jacobsen Grando, mostrou otimismo para os recursos que serão divulgados para o Estado nesta segunda-feira (8). 

Jornal do Povo – Houve um aumento considerável de previsão de crescimento no crédito rural e no plano. Quando o governo aporta mais dinheiro para o campo, indica que 2020 será melhor?
Sandro Grando - A gente entende que sim. O fornecimento do recurso na hora adequada para o cliente mostra que estamos nos preparando para uma concorrência que possa vir de fora com elevada produtividade, trabalhando o fomento no campo, buscando com que o nosso agropecuarista e agroindustrial tenha elevada sua renda e para isso precisa de investimento. Então investimento na hora certa, a gente pode ter certeza que está preparando um 2020 melhor.

JP - Mato Grosso do Sul terá maior fatia na divisão do crédito rural? 
Sandro – Teremos sim. O valor que será divulgado no Mato Grosso do Sul será na segunda-feira com a nossa ministra da Agricultura Tereza Cristina e o nosso governador Reinaldo Azambuja [PSDB]. Mas já adianto que será bem maior que os R$ 6,650 bilhões que nós aplicados no ano safra 2018/2019 terá um crescimento que vai poder atender a todas as demandas do Estado. 

JP – A julgar pelo ânimo e o retorno do presidente Jair Bolsonaro (PSL) do G-20, pelas negociações com o Mercosul e a União Europeia, é bom o homem do campo se preparar mesmo?
Sandro – Com certeza. O homem do campo está preparado. Ele vem se preparando. Ele investe, ele busca. É um segmento que toda hora está procurando algo novo para levar para a sua propriedade. Com a abertura da comunidade europeia ao nosso produto nós temos que estar preparados para ganharmos em eficiência e mostrar que nosso produto tem qualidade, que  nosso produto pode chegar adequado a normas da União Europeia e que nós vamos continuar sendo o celeiro do mundo.

JP -  O senhor chegou ao Mato Grosso do Sul e fez uma radiografia do Estado. Agora, olha para 2020 de que maneira? 
Sandro
- Um olhar muito otimista. Estou completando seis meses em Mato Grosso do Sul. Encantado com o nosso estado, com o povo, com o profissionalismo tanto dos colegas do Banco do Brasil como dos nossos clientes. São pessoas que buscam estar a frente dos demais. Eu só posso apostar um 2019/2020 excelente no ramo do agronegócio e nos demais ramos. A competência que encontrei aqui me deixou muito feliz. Vejo um povo que quer evoluir a cada dia. Já visitei 80% das nossas agencias. MS vai decolar antes dos demais estados assim que nós tivermos a reforma da previdência aprovado e desenvolvimento de novos mercados. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13