Rádios On-line

BR-262 será desviada da área urbana de Três Lagoas

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) apresenta amanhã, em reunião técnica, estudo para desviar o tráfego do trecho urbano da BR-262, na avenida Ranulpho Marques Leal.

23 MAI 2013 - 07h:34Por Redação

Amanhã haverá uma reunião técnica para apresentação do estudo de viabilidade do contorno rodoviário que será construído em Três Lagoas, ligando a BR-262 até a ponte rodoviária em construção sobre o rio Paraná. O contorno rodoviário deverá seguir o mesmo traçado do contorno ferroviário, também em construção no município.

Segundo o engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit), Milton Rocha Marinho, ainda não existe um projeto definido sobre o contorno rodoviário, pois vários aspectos ainda serão discutidos com a sociedade a fim de contribuir com o desenvolvimento de Três Lagoas.

Além de seguir o novo traçado da ponte sobre o rio Paraná, o contorno rodoviário é apresentado como uma alternativa para superar o conflito entre tráfego urbano e rodoviário no perímetro urbano da avenida Ranulpho Marques Leal. O engenheiro ressaltou que é grande o tráfego de veículos nessa rodovia, e muitos acidentes de trânsito têm ocorrido nessa via, que é considerada muito crítica.

Na reunião de amanhã, segundo Marinho, serão apresentadas alternativas para esse problema. Ele informou que o estudo sobre o contorno conta com o apoio do Ministério do Planejamento e do Dnit de Brasília. A reunião de amanhã será voltada para representantes dos órgãos ligados ao trânsito, das polícias, empresários, e outros segmentos da sociedade.

Na noite de ontem, foi realizada uma reunião na Associação Comercial e Empresarial de Três Lagoas para discutir essa questão. O presidente da entidade, Atílio D’Agosto, disse que foi feito um convite para que os empresários participem da reunião de amanhã, já que alguns comerciantes, em especial aqueles que têm comércio na avenida Ranulpho Marques Leal, seriam contrários à mudança do trecho urbano da BR-262.

Atílio informou que existe um abaixo-assinado na associação e que os empresários manifestaram-se contra essa mudança. “Não posso dar a minha opinião já que esse abaixo-assinado foi feito na diretoria passada. Os empresários querem conhecer melhor o projeto do contorno”, comentou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13