Rádios On-line
AUXÍLIO

Cães da PF ajudam a combater tráfico de drogas em Três Lagoas

Especialmente treinados, animais atuam em áreas de difícil acesso para os agentes

23 SET 2017 - 11h:00Por André Barbosa

Targo e Koja fazem parte da equipe especial da Polícia Federal de Três Lagoas que atua no combate ao tráfico de drogas regional. São responsáveis pela maioria de missões bem-sucedidas da corporação. Estão ainda, próximos de completar idade limitada para o tempo de serviço policial, mas, em plena atividade, se mostram longe de se aposentar.  

Os cães da raça Pastor Alemão foram adquiridos há seis anos, em uma feira especial de animais de serviço nos Estados Unidos da América (EUA) e passaram por treinamento de seis meses, aproximadamente. Com grande facilidade de aprendizagem, em menos de dois anos, já obtinham sucesso nas ações policiais em Três Lagoas. 

Os cachorros ainda diferem dos demais, na corporação policial, por serem dóceis nas abordagens e são comandados na maioria das vezes, por expressões em alemão, inglês e português. “São comandos com sons diferentes dos comandos em português, que soam semelhantes e podem confundir o animal. Como por exemplo, sentar, andar, parar, entre outros”, disse a policial Marcela, uma das instrutoras. “Nos comunicamos com eles, de várias formas, inclusive com linguagem corporal, em que entendem o que queremos e o que estamos fazendo”, explicou o agente Douglas Garcia. 

Divulgação/PF

Parceiros há quatro anos, Targo e Koja interagem o tempo todo com seus operadores, Douglas e Marcela. “Sempre gostei de animais e o trabalho com os cães, é muito gratificante. Para eles, as ações são só uma brincadeira. É uma satisfação diária fazer as fiscalizações, que acontecem duas vezes por semana”. 

Fiscalizações
Para as fiscalizações que, por razões de segurança não são divulgadas, são destinados um animal e dois operadores e geralmente ocorrem na rodovia e no aeroporto do município.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: