Rádios On-line
11364
Nova Estrela 0603
APURAÇÃO

Câmara vai apurar denúncias do Ministério Público contra Guerreiro

Parte das denúncias foram enviadas aos vereadores em 2018

16 MAR 2019 - 07h:20Por Ana Cristina Santos

A Câmara de Três Lagoas recebeu 22 denúncias contra a prefeitura da cidade. Por esse motivo, 22 comissões foram criadas, na sessão desta semana, para apurar denúncias encaminhadas pelo Ministério Público Estadual e pelo Poder Judiciário.

Parte das denúncias foram enviadas aos vereadores em 2018.  

A composição das comissões será publicada na próxima semana no Diário Oficial e cada uma terá 90 dias para concluir a investigação. As indicações de membros foram definidas pelas lideranças de bancadas ou blocos de parlamentares, atendendo à proporcionalidade partidária na Câmara.

Uma denúncia é sobre suposto superfaturamento de preços na compra de remédios para distribuição pela rede municipal de saúde em bairros.  A denúncia aponta o gasto de R$ 1,5 milhão em uma empresa que possui diversas farmácias em Três Lagoas, em 2018.

Outra é de uma suposta irregularidade na contratação de uma empresa para gerenciar a utilização de computadores comprados pela prefeitura durante o governo da ex-prefeita Márcia Moura (MDB), em 2012.

O gasto foi de R$ 650 mil, apontado pelo Ministério Público como exorbitante e classificado como improbidade administrativa porque o município já havia gasto R$ 1 milhão com a compra dos equipamentos, o que incluía sua instalação e manutenção. 

O terceiro caso é o de possível ilegalidade na dispensa de licitação para a contratação pela prefeitura da Fapec (Fundação de Pesquisas para Educação e Cultura, por R$ 2,9 milhões, para assessoria da administração na elaboração de um edital de concorrência pública para a terceirização da coleta de lixo, no segundo semestre de 2018. O edital foi cancelado pela Justiça após denúncia de irregularidade e não há informação se a prefeitura pagou a Fapec pelo serviço. 

O prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) disse, porém, que está tranquilo. Por meio de uma rede social, ele disse  que “já esperava por isso", e acrescentou: "Eu já fui vereador e eles estão na obrigação deles, de fiscalizar, de tirar suas dúvidas. Na verdade, a maior parte dessas denúncias já foi esclarecida, já até faziam parte da pauta da Câmara e que, mais uma vez, serão colocadas à luz da verdade. Sinceramente, estou tranquilo (sic)”, escreveu o prefeito.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13