Rádios On-line
SHOW DE PRÊMIOS TONHÃO
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
COMBATE

Campanha 'Agosto Lilás' alerta para violência contra a mulher em Três Lagoas

Mais de 220 novos casos foram registrados pelo Cram

31 JUL 2020 - 11h:00Por Kelly Martins

Em combate à violência doméstica, em Três Lagoas, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Smas) promove a campanha “Agosto Lilás”, a partir deste sábado (1º). A ação é realizada pelo Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – Cram - “Halley Coimbra Ribeiro Junqueira”, que já registrou 228 novos casos de mulheres agredidas desde o mês de março.

De acordo com a secretaria, a campanha é alusiva às comemorações dos 14 anos da Lei Maria da Penha, com o objetivo de, entre outras medidas, coibir todo o tipo de violência de gênero, violência doméstica e familiar e violência contra a mulher. Durante todo o mês de agosto, estão previstas ações que motivem a reflexão e mudanças de atitudes relacionadas a esse tipo de crime.

A coordenadora do Cram, Aline da Rocha Schultz, destaca que a campanha “Agosto Lilás” conta com a participação das equipes das seis unidades: Cras (Centro de Referência de Assistência Social), Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), Defensoria Pública, 2º Batalhão de Polícia Militar (2ºBPM), Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Subseção de Três Lagoas - e equipe do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

Na programação da campanha, consta também a participação da equipe do Cram na Live "Violência Doméstica – Enfrentamento em Tempos de Pandemia", na próxima quarta-feira (5), organizada pela OAB de Três Lagoas. Ainda a ação “Liberte-se”, em parceria com as equipes do Creas e das seis unidades: Cras Ana Maria Moreira, Cras Ruth Filgueiras, Cras São João, Cras Amélia Jorge de Oliveira, Cras Vila Piloto e Cras Interlagos.

Levantamento

Conforme relatórios da equipe do Cram, desde março, quando foi inaugurado o serviço de atendimento à mulher em Três Lagoas, são 228 os casos novos de violência. No período de 17 de março até o dia 24 de julho, ao menos 66 mulheres, vítimas de violência, haviam sido atendidas pela equipe. O total de atendimentos efetuados pela equipe técnica chegou a 163.

Infelizmente, esses números têm crescido a cada mês, segundo relatórios do Cram: em março, foram oito novos casos e 17 mulheres atendidas; em abril, 13 novos casos e 20 mulheres atendidas. Já em maio, houve 12 casos novos e 15 mulheres atendidas; em junho, foram sete as novas ocorrências e 12 mulheres atendidas. No mês de julho foram contabilizados 19 novos casos e 23 mulheres atendidas.

Deixe seu Comentário

Mailson Interna RCN

TVC Canal 13