Rádios On-line
11594
Nova Estrela 0603

Campanha Papai Noel dos Correios beneficia crianças carentes

Em Três Lagoas, 98 cartinhas já foram entregues e endereçadas ao ?bom velhinho?

19 NOV 2012 - 09h:05Por Redação

A 23º edição da campanha “Papai Noel dos Correios” iniciou-se nesta semana em todo o país. Em Três Lagoas, as crianças podem escrever para o “velhinho” para pedir o presente até o dia 23 deste mês. De acordo com a coordenadora do projeto em Mato Grosso do Sul, Olga Martinez Torres, as cartinhas devem ser escritas à mão pela própria criança e levada até uma das duas agências dos Correios, localizadas na rua Paranaíba, Centro. 

As cartas serão cadastradas e posteriormente adotadas por padrinhos. Os padrinhos têm até o dia 14 de dezembro para entregar o presente na agência onde selecionou a carta. A entrega do presente na casa do beneficiado fica a cargo dos Correios. Tanto padrinho como apadrinhado são anônimos.
 
De acordo com a coordenadora do projeto em Três Lagoas, Cristiane de Arruda Balogh, as cartas devem seguir alguns critérios para serem cadastradas, como conter nome e endereço completos, e, principalmente, apontar um presente. “Percebo que as cartas bem trabalhadas com desenhos coloridos têm maior chance de serem adotadas”, contou.
 
No ano passado, segundo Olga, foram cadastradas no Estado 11.200 cartas, das quais 7.200 foram contempladas, totalizando 64% dos pedidos atendidos. Porém, Três Lagoas ficou bem abaixo desse índice, uma vez que atendeu a apenas 16% das cartas, ou seja, das 2.030 catalogadas apenas 331 crianças receberam seus presentes.
 
Em função desse baixo índice, de acordo com Cristiane, a metodologia em Três Lagoas sofreu alterações. Neste ano, serão cadastradas apenas 300 cartas. Uma equipe dos Correios local vai sair em busca de padrinhos. “Vamos priorizar a busca por apadrinhamento”, disse. E continuou: “ao contrário de 2011, quando foi feito um trabalho em conjunto com as escolas priorizando a escrita das cartas, e não foi disposto muito tempo para buscar padrinhos. Acredito que, por isso, o índice ficou abaixo da média estadual”.
 
Para apadrinhar uma criança, é simples, explica Cristiane. Basta ir até uma das duas agências locais e selecionar uma ou mais cartas. Não há limite para apadrinhamento. Depois disso, comprar o presente ou os presentes e entregar até o dia 14 de dezembro, na agência onde selecionou a carta. 
 
Três Lagoas já tem 98 cartas cadastradas. Restam apenas 202 para chegar à meta de 300 cartas. No ranking dos presentes preferidos pela garotada três-lagoense está: boneca, carrinho, maquiagem, material escolar, mochilas, entre outros brinquedos.
 
O objetivo dos Correios com este projeto é estimular a escrita de cartas e dar oportunidade à sociedade brasileira de fazer o natal de milhares de crianças carentes mais feliz.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13