Rádios On-line
ESTATÍSTICA TRISTE

Câncer de mama atinge cada vez mais mulheres com menos de 40 anos

Há ainda quem comece a se preocupar somente aos 50, idade considerada de risco pela OMS

4 MAR 2019 - 06h:23Por Tatiane Simon

A luz rosa de alerta para o câncer de mama acende na vida das mulheres a partir dos 40 anos, quando a mamografia passa a ser um exame de necessidade anual, segundo recomendação da Sociedade Brasileira de Mastologia. 

Há ainda quem comece a se preocupar somente aos 50, idade considerada de risco pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

No entanto, a doença tem relação direta com o desenvolvimento da glândula mamária, que começa a crescer logo após a primeira menstruação, e por isso, pode aparecer antes mesmo dos 30 anos, segundo especialistas.
Para o mastologista Luiz Otávio Zucca, nos casos de mulheres mais jovens a investigação genética é imprescindível. "Quando há casos na família, a investigação começa mais cedo, evidente. Mas a maioria dos casos das pacientes, em Três Lagoas, não possuem histórico familiar", pontua.

FATOR GENÉTICO
Segundo o especialista, somente no primeiro bimestre deste ano, três mulheres com menos de 40 anos foram diagnosticadas com o câncer em Três Lagoas. O fator genético representa 10% de chance do aparecimento da doença. A observação do próprio corpo e o acompanhamento ginecológico de rotina são imprescindíveis para a identificação de um possível câncer de mama. Para evitar que ele apareça, o médico recomenda uma vida saudável. "Por isso é tão importante o autoexame da mama e também as consultas de rotina uma vez ao ano", ressalta. 

Em Três Lagoas, o exame da mamografia é feita gratuitamente, por meio do SUS, no Hospital Auxiliadora e na Clínica da Mulher. 

Deixe seu Comentário