Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
CBN INTEGRAÇÃO

Capital Nacional da Celulose tem destaque na pecuária, diz prefeito

Com 117 mil habitantes, Três Lagoas é o terceiro município com maior orçamento de Mato Grosso do Sul

1 DEZ 2019 - 07h:00Por Otávio Neto

O prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB) foi o convidado desta quarta-feira (27) do jornal “CBN Campo Grande” que está abrindo espaço para os gestores municipais fortalecerem para o Mato Grosso do Sul, a imagem das cidades que administram, assim como destacar as oportunidades, possibilidades e esclarecer os incentivos que dão aos empresários que desejarem investir no interior. 

Qual o segredo para essa atração de indústrias em Três Lagoas?  

Ângelo Guerreiro Três Lagoas alguns anos atrás recebeu investimentos de grande porte, digamos pela sua logística e fronteira com estado de São Paulo, tanto por hidrovia e ferrovia, facilita todos os investidores. Com as duas grandes indústrias de celuloses houve atração de outras do mesmo segmento. Mesmo com a crise, Três Lagoas não para. Constantemente recebemos vários empresários e investidores. Muitos estão no aguardo do novo posicionamento do país para ver de que forma pode fazer seus investimentos. Temos 244 mil hectares de reflorestamento de eucalipto. Temos uma boa parte da pecuária que não foi extinta. Temos de 70 a 74 indústrias de médio e grande porte que atuam com um volume de indústrias ativas no país e com isso, pela crise principalmente do desemprego, muitos de outras cidades e, até estados, vão em busca de moradia em Três Lagoas. Mas não podemos vender ilusão, também vivemos uma  crise de vagas de emprego. 

O que o senhor destaca nesse seu primeiro mandato?  

É natural o gestor, quando na verdade tem ansiedade de resolver os problemas. Os principais gargalos do município de Três Lagoas são a saúde e a educação. Nós tínhamos uma farmácia para atender 117 mil habitantes. Nós assumimos e tinha escolas interditadas pela vigilância sanitária. Até final de 2020 estaremos entregando todas as escolas reformadas e em condições de grande conforto tanto aos profissionais e as crianças. A prioridade era cuidar da população e das crianças. Após isso, fomos desenvolvendo projetos de melhorias, de construção, de recapeamento,  de pavimentação e principalmente de parte de iluminação e parte de sinalização. Quando as pessoas falam em segurança pública, não é apenas o policiamento, são várias questões, como matagal.   Estamos há 35 meses de governo e demos um grande passo, tendo em vista que alguns desses não vamos atingir 100%, principalmente a saúde. Quem falar que conseguiu estará naturalmente mentindo. 

O senhor administra uma cidade que é o terceiro maior orçamento de Mato Grosso do Sul, em torno de R$ 700 milhões. O senhor acha que é um prefeito privilegiado? 

A nossa despesa é diversas vezes maior que outros municípios. Acaba atendendo outros nove municípios ao redor. Hoje Três Lagoas compõe 4,7 mil servidores públicos. O município é uma das maiores geradores de emprego. Fomos o governo que deu maior posse, com 700 novos empossados. Temos que trabalhar com pessoas profissionais para a gestão ter uma agilidade maior.  Temos que trabalhar como uma empresa privada. Evoluímos com algumas medidas amargas, como a carga horária. Somos funcionários do povo e temos que corresponder a altura de cada um deles. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13