Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Casal suspeito de furtar várias residências é preso na Vila Piloto

Vários objetos e produtos oriundos do furto foram localizados em uma residência

16 FEV 2016 - 17h:10Por Kelly Martins

Um casal suspeito de invadir e furtar várias residências, em Três Lagoas, foi preso nesta terça-feira, 16, por policiais do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil. O jovem, de 22 anos, e a namorada, de 24, estavam em uma casa localizada na Vila Piloto V, com diversos objetos furtados, como televisores, notebook, joias e eletrodomésticos.

Segundo a polícia, parte da mercadoria pertence a uma casa cuja proprietária faleceu no último sábado, 13. O casal aproveitou o momento em que a família participava do velório para arrombar a janela e a porta da residência. Eles furtaram panelas, microonda, perfumes e R$ 850 em dinheiro.

Alguns objetos também foram encontrados pelos policiais na casa de uma garota, de 18 anos, que é prima da suspeita e mora no bairro Cinturão Verde. Ela responderá pelo crime de receptação. Lá, foram apreendidos perfumes, acessórios de maquiagem, sandálias, celulares.

As investigações revelaram que o casal praticava os furtos da mesma forma, ou seja, saía pelos bairros da cidade e verificava os imóveis em que os moradores estavam ausentes, sempre notando a falta de veículos na garagem, bem como luzes apagadas. A partir daí, danificava os portões eletrônicos das garagens, forçando-os e depois arrombava janelas e portas, as quais eram utilizadas para subtrair os objetos.

Ao ser levado encaminhado para a delegacia da Polícia Civil, o jovem confessou que praticou vários furtos e revelou a localização de alguns imóveis invadidos. Declarou que não se lembrava de todas as residências, razão pela qual alguns objetos apreendidos ainda não foram reconhecidos pelas vítimas.

O suspeito disse ainda aos policiais que se encontra em regime de liberdade provisória por ser réu em processo pela prática de tráfico de drogas. Relatou que saiu do presídio local no mês de novembro do ano passado e que resolveu deixar de traficar drogas para praticar furto, o que, segundo ele,“não dá cadeia”, como consta do boletim de ocorrência.

O casal responderá em liberdade pela prática de furto qualificado e receptação, sendo que alguns objetos apreendidos ainda não foram reconhecidos pelas vítimas. A polícia informou que aguarda a presença dos moradores que foram vítimas deste tipo de crime junto ao SIG para formal reconhecimento e devolução dos objetos.

Deixe seu Comentário