Rádios On-line
INOVAÇÃO

CBN monta estrutura moderna para atuar em Campo Grande

Emissora nivela qualidade técnica com jornalismo all news e desenvolve projeto inédito na capital

9 DEZ 2017 - 08h:03Por Lucas Mamédio e Ronie Cruz

A Rádio CBN Campo Grande 93,7 MHz, instalada na capital de Mato Grosso do Sul pelo Grupo RCN de Comunicação, entrou em operação com equipamentos que fazem frente a qualquer emissora do Brasil. “Quase 100% de nossas operações são digitais, desde de a captação de áudio até a edição e a transmissão”, afirma Fernando Moraes, coordenador artístico do Grupo RCN.

Um exemplo prático de como a tecnologia de ponta é prioridade nas operações da CBN Campo Grande é o console de áudio utilizado no estúdio principal. “Estamos com o console da marca AXIA, usada, por exemplo, para gerar o programa “Voz do Brasil”. Esse console conecta uma rede imensa de equipamentos sem usar de cabos. No futuro, se quisermos, poderemos operar qualquer rádio do grupo remotamente direto de Campo Grande”, salienta o coordenador.

Outro equipamento de última geração é a híbrida - dispositivo por meio do qual é possível gravar ligações telefônicas, bem como fazer entrevistas ao vivo, no estúdio. De acordo com Fernando Moraes, o dispositivo comporta até seis ligações ao mesmo tempo. “Podemos, então, conversar simultaneamente com seis repórteres de onde eles estiverem.”

CBN em Campo Grande. Foto:Divulgação/CBN

Mas, toda essa modernidade não fica restrita apenas ao estúdio. A redação, onde os jornalistas produzem as notícias, conta com computadores modernos e conectados entre si, o que possibilita editar uma notícia de um lugar e levá-la ao ar com total agilidade.

“Dinamismo é inerente ao modo como trabalhamos na CBN, e tenho certeza que a tecnologia utilizada aqui está nos ajudando a cumprir esse papel” diz Otávio Neto, gerente de Comunicação do Grupo RCN. Ainda de acordo com Otávio, a estrutura montada na capital e que abriga uma equipe de jornalistas, técnicos, operadores e profissionais especializados em diversas áreas da publicidade e comercial, é moderna e tem chamado a atenção de quem visita a CBN.

“Diariamente temos recebido visitas de empresários, representantes do meio político, artistas, desportista e representantes comunitários que já veem na CBN a rádio que vai fazer a diferença na capital do Mato Grosso do Sul”, resumiu.

Equipe de jornalistas, comandada por Otávio Neto (à esquerda), no estúdio central. Foto: Divulgação/CBN

UM NOVO DESAFIO PARA O GRUPO RCN

O Grupo RCN de Comunicação é o detentor da mais nova afiliada da Rede CBN - a maior rede de radiojornalismo do Brasil - em Campo Grande.

Já se passaram 68 anos desde que o Grupo RCN de Comunicação deu os primeiros passos com a implantação do Jornal do Povo. Atualmente, o grupo é líder do mercado regional na Costa Leste nos segmentos jornal, revista, outdoor, TV, rádio e internet, painel de led e indoor. A chegada da rádio CBN em Campo Grande abre uma nova fase do Grupo RCN. O projeto ousado e moderno reafirma o slogan “comunicação inteligente”. 

O diretor executivo do Grupo RCN, Estêvão Congro, disse que o projeto da rádio na capital do Estado representa um novo desafio.

“Um grande desafio. Porém, de muita alegria. O Grupo RCN tem hoje a possibilidade de mostrar o trabalho que tem desempenhado ao longo dos anos, agora na capital. Estamos chegando em Campo Grande com uma proposta inovadora, que é contar um pouco do interior na capital e da capital no interior, através desse intercâmbio de informação entre os diversos meios de comunicação de nosso grupo em Três Lagoas, Paranaíba e Aparecida do Taboado”, afirmou. 

De acordo com Estêvão, o modelo de jornalismo da CBN é motivador. “O all news é o que mais nos motiva porque está em nosso DNA gerar notícia. É um modelo até então inovador aqui em Campo Grande, e vamos executá-lo com o seleto grupo de profissionais que temos - muitos já com grande experiência em jornalismo e que vão promover essa prestação de serviço à toda região.”

INVESTIMENTO
O Brasil vive uma fase de insegurança política e econômica. Mesmo nesse cenário, o Grupo RCN decidiu investir em um projeto ousado e moderno com otimismo e focado na oportunidade de ampliar sua área de atuação. “O grupo sempre se destacou em momentos de dificuldade, como o de hoje. Acho que é momento de oportunidade. Esse momento fez com que, diante da migração de AM para FM, a gente pudesse também dar esse passo importante”, finalizou Estêvão Congro.

Estevão Congro, diretor executivo do Grupo RCN de Comunicação, fala sobre a CBN Campo Grande. Foto: Divulgação/CBN

Deixe seu Comentário