Rádios On-line
8995
Nova Estrela 0603
TRêS LAGOAS

Cervejaria aguarda definição de incentivos fiscais

Secretaria de Fazenda do Estado analisa pedido de incentivos fiscais solicitado pelo empresário

23 FEV 2019 - 11h:00Por Ana Cristina Santos

O dono da cervejaria Império, Cléber Faria, está no aguardo de um posicionamento da Secretaria Estadual de Fazenda sobre os incentivos fiscais solicitados para a instalação de uma fábrica de bebidas em Três Lagoas. Após reportagem publicada na edição passada do Jornal do Povo, tanto o empresário quanto a prefeitura da cidade se manifestaram sobre a demora no processo de instalação da fábrica, anunciada há dois anos.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas, José Aparecido de Moraes, nesta semana o prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) se reuniu com o novo secretário estadual de Fazenda, Felipe Mattos de Lima Ribeiro, para tratar do assunto. Moraes disse que a informação repassada foi que a secretaria analisa um pedido de incentivos fiscais feito pelo empresário ao Estado.

Moraes revelou que o empresário constatou na legislação a possibilidade de obter incentivos que foram concedidos a outras empresas do setor, que instalaram fábricas no Estado.  A Secretaria de Fazenda deve dar um parecer dentro de 30 dias. Após essa definição, a empresa deverá dar entrada no pedido de licenciamento ambiental no Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). 

Moraes disse também que conversou com Faria nesta quinta-feira (21) e que o empresário ficou de enviar um ofício com detalhes do processo da documentação solicitada, e os tramites necessários para a instalação da fábrica. O secretário afirmou que o empresário mantém interesse na construção da filial na cidade, apesar da demora.

De acordo com a lei que autorizou a doação de área de 320 mil metros quadrados para a instalação da fábrica, a empresa teria que começar as obras no próximo mês e concluí-la em 32 meses. Entretanto, o secretário alega que cabe à empresa concluir a obra dentro do prazo. Em relação ao início, disse que não tem essa obrigatoriedade.

O investimento previsto pela empresa é de R$ 300 milhões, com geração de 300 empregos diretos. A reportagem não conseguiu contato com o empresário.  Ontem, Cléber e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinaram protocolo de intenção para a expansão da fábrica  de Frutal (MG), adquirida no ano passado pelo  empresário. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13