Rádios On-line

Ciat oferece mais de 500 vagas de emprego

Desde março, o número de vagas oferecidas pelo órgão está crescendo dia a dia

28 MAI 2013 - 07h:59Por Arthur Freire/JP

O Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador de Três Lagoas (Ciat) tem 503 vagas de emprego disponíveis em diversas áreas, como líder florestal, mecânico de máquinas agrícolas e injeção eletrônica, motorista de caminhões-pipa e munk, camareira, arrematadeira, cozinheira, entre outras.

De acordo com Fátima Montanha, coordenadora do Ciat, desde março a agência de emprego está em ascensão quanto ao número de vagas oferecidas. Ela acredita que esse crescimento está relacionado à quantidade de empresas cadastradas no órgão, que saltou de 180, em janeiro, para 511, em maio, ou seja, o cadastro quase triplicou. Porém, ela garante que a tendência é que esse número aumente ainda mais devido ao trabalho que a equipe vem desenvolvendo junto aos empresários do município e região.

Conforme Fátima, além do aumento em relação a empresas cadastradas, também cresceu a variedade de cargos oferecidos pelo Ciat. Hoje, o órgão oferece desde vagas que exigem o mínimo de escolaridade até nível superior, como por exemplo, engenheiro de segurança no trabalho.

A movimentação no Ciat, segundo a coordenadora, é tão grande que o relatório de trabalhadores colocados no mercado de trabalho não para de crescer. Em janeiro, 27 pessoas conseguiram trabalho; em fevereiro, 28, e em março, o número saltou para 62. Já em abril, foram 50 novas vagas de emprego preenchidas. Porém, para o mês maio, Fátima acredita que serão ultrapassadas as 100 colocações.

Entretanto, mesmo com este acréscimo, ainda há dificuldade para o órgão encaminhar trabalhadores até as empresas a fim de preencher alguns tipos de vagas, como açougueiro, serralheiro, soldador, tratorista, garçom, cozinheira etc. “O mercado está aquecido, e por isso sobram algumas vagas”, disse Fátima.

SEGURO-DESEMPREGO
Embora muitas pessoas tenham conquistado o tão sonhado emprego, há também aqueles que estão perdendo o seu trabalho. De acordo com dados do Ciat, por dia, entre 80 e 100 pessoas dão entrada no seguro-desemprego. Desse total, a maioria é trabalhador residente em Três Lagoas, embora haja também funcionários moradores de cidades vizinhas, como Andradina e Castilho, ambas no estado de São Paulo, Brasilândia, Inocência etc. Na avaliação de Fátima este número é alto, por isso o órgão vai verificar junto às empresas o motivo da dispensa e estudar o que pode ser feito para reverter essa situação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13