Rádios On-line

Cidade registra os primeiros casos de dengue do tipo 4

Dengue tipo 4 passa a circular em Três Lagoas, que vive epidemia da doença

2 MAI 2013 - 08h:29Por Arthur Freire/JP

A Secretaria Estadual de Saúde registrou os sete primeiros casos de dengue do tipo 4 em Três Lagoas. O exame de isolamento viral feito pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) detectou a presença desse sorotipo em sete pacientes de Três Lagoas. O número, no entanto, pode ser maior, já que o isolamento viral para verificar qual tipo de vírus está circulando no município é feito em uma pequena parcela dos casos positivos de dengue, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

Esse novo tipo de vírus, que há mais de 30 anos não circula no país, deixa a cidade ainda mais alerta, uma vez que Três Lagoas já enfrenta uma epidemia de dengue. Do início do ano até ontem, Três Lagoas já contabilizava 5.211 casos notificados de dengue, enquanto durante todo o ano de 2012 o município registrou 2.143 casos suspeitos da doença.

Em razão da quantidade de casos notificados, somente nos quatro primeiros meses deste ano, em Três Lagoas, a Secretaria Municipal de Saúde não prioriza mais os casos positivos de dengue. Por esse motivo, o número de casos confirmados estagnou-se nos 311. Através de exames laboratoriais foram descartados 216 casos, e através de exames feitos em clínicas, 1.116. 

“Os demais casos são fechados como vínculo epidemiológico. Não estamos priorizando mais os casos positivos, já que o número de notificações é muito grande. Não seria possível fazer a coleta e exame de todos os casos suspeitos, por isso, o trabalho no combate à dengue é feito com base nos casos notificados”, explicou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Neide Yuki.

TIPO 4
A confirmação do vírus tipo 4 da dengue apresenta uma ameaça à população de Três Lagoas. Ele não é necessariamente menos ou mais perigoso que os tipos 1 e 2,  que já circulam em Três Lagoas, entretanto, significa mais uma variação do micro-organismo em ação.A explicação do problema provocado pelo vírus 4 está no sistema imunológico do corpo humano. Quem já teve dengue causada por um tipo do vírus não registra um novo caso da doença com o mesmo tipo. Ou seja, quem já teve dengue do tipo 1 só pode contrair a doença se ela for causada pelos tipos 2, 3 ou 4.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, atualmente, circulam no município o vírus dos tipos 2. A partir de março deste ano, começou a circular o 4. “Como aqui só circulava o 1 e 2, agora toda a população está suscetível ao vírus do tipo 4”, comentou Neide Yuki.

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde, em 19 já circula o vírus do tipo 4. A diretora geral de Vigilância e Saúde do Estado, Bernadete Lewandowski, disse ao Jornal do Povo que a Secretaria Estadual de Saúde tem dado todo o suporte para os municípios no combate à dengue. “Disponibilizamos inseticidas, as máquinas para a borrifação, assim como os medicamentos necessários para os pacientes que contraíram a dengue, além de todo o suporte e orientação para os profissionais que atuam nessa área”, comentou.

AÇÕES
De acordo com Neide Yuki, a Secretaria Municipal de Saúde vem intensificando o trabalho no combate à dengue, devido ao aumento de casos notificados da doença. Ela informou que na semana que vem terá início uma ação na área central, já que muitos pacientes que contraíram a dengue trabalham no comércio. A previsão é de que na próxima semana o Estado envie mais duas máquinas UBV (fumacê) para Três Lagoas para se somarem as quatro que já estão no município.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13