Rádios On-line
VIGILANTES

Com 2,4 mil casos ativos, Três Lagoas inicia monitoramento de pacientes com Covid-19

Ação iniciada nesta quarta-feira (5) é feita pela Vigilância Epidemiológica em parceria com o Corpo de Bombeiros

6 MAI 2021 - 13h:35Por Tatiane Simon

A Vigilância Epidemiológica em parceria com o Corpo de Bombeiros iniciou nesta quarta-feira (5), o trabalho de monitoramento dos pacientes positivados para Covid-19 em Três Lagoas. No primerio dia, a ação se concentrou em fiscalizar os casos ativos na região dos bairros Vila Alegre e Quinta da Lagoa. Três Lagoas tem, hoje, 2.482 moradores com o vírus na fase ativa de transmissão e em tratamento. Somente 89 deles estão internados nos hospitais e UPA da cidade - o restante atravessa a quarentena em casa, com o isolamento domiciliar. Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado ontem pela Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme a técnica administrativa Débora Milanez dos Santos Prediger, o objetivo é orientar aos pacientes sobre a necessidade de manter o isolamento e identificar aqueles que estão descumprindo as exigências.

“Nas abordagens, estamos orientando os pacientes para que cumpram o prazo do isolamento e pedindo aos familiares e conviventes a colaboração nos cuidados com a saúde da pessoa positivada e todos em geral. Caso haja descumprimento dessa regra, seremos obrigados a tomar as providências cabíveis”, explicou.

Neste primeiro dia, não houve nenhuma ocorrência de descumprimento, estando todos os pacientes listados em casa.

MONITORAMENTO

O monitoramento já acontece em Três Lagoas. Ao ser diagnosticado como positivo, o paciente recebe o acompanhamento do agente comunitário de saúde de seu bairro. Caso a pessoa não permaneça em casa ou não atenda às ligações, as equipes da VIGEP e Bombeiros serão avisadas sobre a não localização do paciente ou por ser identificado quebrando os protocolos de biossegurança

Os monitores abordarão o domicílio da pessoa ou o local onde ela se encontra. Ao ser identificado fora de casa, o paciente será notificado e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, onde será lavrado um boletim de ocorrência para devidas providências, inclusive, por causar risco à saúde pública.

DENUNCIE

A população pode colaborar com o Monitoramento, denunciando e fornecendo informações sobre possíveis pacientes com COVID-19 que estejam colocando a saúde de outros em risco. Para denúncias, dúvidas e mais informações, o telefone é: 67-3929-9948.

Deixe seu Comentário