Rádios On-line

Competidores passam de 60 horas no reality show do Grupo RCN

"Mulher Maravilha" não resiste ao cansaço e deixa a competição por uma moto 0km, durante a madrugada

24 DEZ 2015 - 06h:59Por Valdecir Cremon

A assistente social Jaqueline de Freitas - a "Mulher Maravilha" - não resistiu ao cansaço e desistiu de concorrer a uma moto Yamaha 0km, no reality show promovido pelo Grupo RCN de Comunicação, na praça senador Ramez Tebet, no centro de Três Lagoas. Mas, dois competidores seguem na disputa, que já passa de 60 h oras.

Fábio Lima e Lucimar Soares continuam sobre as motos instaladas no stand do Grupo RCN. Uma torcida organizada, composta por parentes e amigos de Fábio, se instalou ao lado do stand, com equipamento de som e muita animação, para incentivar o competidor a prosseguir. Uma pessoa acompanhava Lucimar, na madrugada de hoje. 

Após um período de visível cansaço, ambos de reanimaram com a desistência de Jaqueline. Por volta das 5h45, ambos se movimentavam sobre as motos, ao som de axé, samba e rock. Não é permitido ao público falar com os competidores. Eles não podem por os pés no chão. A última parada técnica para alimentação e ida ao banheiro ocorru às 20h desta quarta-feira.

Jaqueline - que se caracterizou de Mulher Maravilha para entrar na competição - sentiu-se mal durante a madrugada e foi atendida por enfermeiros no local. Depois, foi levada ao Hospital Auxiliadora para exames e passa bem. Uma equipe de enfermagem da empresa IF Saúde dá asistência aos competidores e à equipe do reality na praça.

Deixe seu Comentário