Rádios On-line

Congelamento do IPI deve alavancar vendas de automóveis

Redução de imposto atrai clientes para dentro das concessionárias da cidade

3 ABR 2013 - 15h:55Por Arthur Freire/JP

A decisão do governo federal de prorrogar a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros novos pode alavancar as vendas de automóveis em Três Lagoas. A expectativa é de Edgar Aparecido Pereira da Silva, vendedor da concessionária Ford Fayad, em entrevista nesta quinta-feira (3), ao programa RCN Notícias 2ª Edição, da Cultura FM 106,5.

Conforme Edgar, que trabalha com a venda de automóveis há 25 anos, a manutenção do IPI que se estende até o fim de 2013, vai atrair a população para dentro das concessionárias e deve aquecer as vendas de carros em Três Lagoas. “Com certeza esse benefício vai alavancar as vendas no município. Com a redução do IPI, o público tem aparecido nas concessionárias para ver os modelos, conferir os preços. Antes da redução, as pessoas achavam impossível ter um carro e nem entravam para olhar”, comentou.

Em março as vendas de automóveis caíram a nível nacional, o que levou o governo a anunciar a manutenção do IPI reduzido no mesmo percentual de 2012. “Quem ganha com isso é o povo e as concessionárias, que reaquecerão as vendas”, disse Edgar.

Com a redução do IPI, que continuará em vigor até 31 de dezembro, o imposto permanecerá em 2% para carros flex e a gasolina de até 1.000 cilindradas - sem a prorrogação, o percentual subiria para 3,5%. Permanece também em 7% a tributação para os veículos flex de 1.000 a 2.000 cilindradas e de 8% para os movidos a gasolina, que iriam subir para 9% e 10%, respectivamente, se não houvesse a prorrogação da medida.

O vendedor comenta que o congelamento do imposto deve se estender para o próximo ano. “Acredito que essa redução do IPI seja prorrogada para o ano que vem, já que estaremos em período eleitoral”.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13