Rádios On-line

Conselho de usuários de telefonia promove reunião em Três Lagoas

A empresa apareceu em segundo lugar no ranking das principais reclamações registradas pelo Procon da cidade em 2012

2 MAI 2013 - 08h:58Por Redação

Aconteceu na manhã de ontem, em Três Lagoas a 2ª Reunião Ordinária do Conselho de Usuários do Sistema de Telefonia Fixa Comutada, o STFC S/A. O encontro aconteceu no Hotel OT e contou com a participação da chefe do Programa Municipal de Defesa do Consumidor de Três Lagoas (Procon), Lilian Campos. 

De acordo com informações da prefeitura, um dos pontos debatidos pelo Procon foram as reclamações da população sobre os serviços oferecidos pela empresa OI, tanto na telefonia fixa quanto na internet – os dois serviços que lideram o ranking de reclamações da unidade em Três Lagoas.

A empresa apareceu em segundo lugar no ranking das principais reclamações registradas pelo Procon da cidade em 2012. Segundo o balanço, em primeiro lugar ficou a empresa Claro, com 149 registros. A Oi aparece em segundo, com 97 reclamações, e é seguida pela provedora Terra, com 47 reclamações. A empresa de telefonia Vivo também é citada no relatório entre as dez empresas com maior número de reclamações. Ao todo, foram 30 registros. 

Durante o encontro, a assessora chefe do Procon também destacou a necessidade de melhorias do serviços de internet banda larga no município. Um dos principais problemas apresentados no encontro foi a fila de espera para a implantação do serviço no município. Além disso, também foram apresentados no encontro reclamações referentes a cobranças indevidas, qualidade do serviço de atendimento ao consumidor e planos oferecidos pelas empresas. “Nessa reunião descentralizada discutimos os serviços oferecidos pela operadora OI e o que podemos avançar no tocante a melhorias. Foi um momento também aberto às autoridades como Representantes do Ministério Público, Associação Comercial de Três Lagoas, Representante da OAB e Câmara Municipal, e todos puderam expor suas inquietações referentes aos serviços da operadora, porém estiveram ausentes na reunião do conselho”, explicou Lilian, através de nota à imprensa.

Para Lilian, a iniciativa da conferência das empresas em abrir as portas para o diálogo “transparente” foi válida e deverá ajudar na identificação de erros e acertos visando melhorar a qualidade do serviço em Três Lagoas. 

Ainda no encontro, o conselho solicitou à concessionária que apresente resposta sobre a suposta venda casada do serviço de banda larga atrelado ao fornecimento de telefonia fixa.

DADOS
Ainda segundo dados do relatório do Procon, no ano passado, foram registrados 2.126 reclamações em Três Lagoas. Deste total, estima-se que aproximadamente 40% sejam relacionados aos serviços de telefonia fixa. Além disso, também se destaca o índice de reclamações contra a qualidade do serviço de internet oferecido no município.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13