Rádios On-line

Conselho Universitário aprova criação de Curso de Medicina

Nos próximos meses, UFMS deve publicar edital de contratação de 12 técnicos

26 ABR 2013 - 08h:14Por Arthur Freire/JP

O Conselho Universitário da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) aprovou, no dia 16, a criação do curso de medicina em Três Lagoas. A informação é do diretor do campus de Três Lagoas, José Antônio Menoni. De acordo com ele, a aprovação representa a criação oficial do curso no município. “Antes, o curso era um projeto. Agora, ele existe de fato. A Medicina em Três Lagoas está oficialmente no roll de cursos da universidade”, completou.

O próximo passo agora será conseguir a aprovação do projeto pedagógico do curso, que, segundo o diretor, está em processo bastante adiantado. 

Menoni explicou que, com a aprovação, a universidade começa a se preparar para a abertura de concursos públicos para a contratação de técnicos e do corpo docente que atenderá ao curso. Ainda para o primeiro semestre está prevista a publicação de edital para a contratação de 12 técnicos. Entre eles, administradores, enfermeiros, quatro médicos, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais.

Já a abertura do concurso para a contratação dos docentes deverá acontecer no segundo semestre. A expectativa é de que também sejam abertas cerca de 15 vagas para professores. “Além disso, neste ano, a UFMS deverá publicar edital de contratação de uma média de 100 professores para atender a todos os campi, inclusive o de Três Lagoas”, lembrou.

Ao todo, o corpo docente do curso de medicina prevê a contratação de 60 docentes e 40 técnicos. Porém, deverão ser feitas gradativamente, conforme o ingresso de novas turmas. “Atingiremos essa meta dentro de cinco anos, quando tivermos 300 futuros médicos em formação”, explicou.

CARÊNCIA
Mesmo que gradativas, essas contratações deverão ajudar a suprir a carência de médicos em Três Lagoas e região. Segundo Menoni, 90% do corpo docente é composto de médicos que virão de outras regiões do Brasil e passarão a atender no município. “Além disso, dentro de cinco anos esperamos ter novos médicos fazendo residência aqui”. 

A interiorização dos médicos em todo o Brasil, lembrou o diretor, foi um dos motivos para a abertura de 20 cursos de medicina em universidades federais de todo o país.

A Faculdade de Medicina de Três Lagoas terá a primeira seleção de alunos em dezembro deste ano, já para o início das aulas em janeiro. O processo seletivo é feito através do Sistema de Seleção Unificada (SISU), que usa as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como base. Ao todo serão 60 vagas. 

A princípio, a faculdade terá quatro especialidades médicas: ginecologia, ortopedia, pediatria e clínica geral.

ESTRUTURA
A UFMS também trabalha para dar início, ainda no segundo semestre, ao processo de construção do novo campus. Segundo Menoni, o projeto arquitetônico está passando apenas por algumas readequações para que seja aberta licitação. O prédio com dois pavimentos terá 3,2 mil metros quadrados. O espaço será composto por laboratórios, salas de aula, anfiteatros além de diretoria acadêmica, cantina e área de serviço para lixo hospitalar e compartimento de gases e compressores.

A universidade também estuda a possibilidade de implantação do cercamento do campus e a criação de estacionamentos, seguindo os mesmos moldes do campus II, que fica à frente. 

“Tudo está muito bem encaminhado. Acredito que a obra começará no segundo semestre deste ano”, disse Menoni.

A previsão é de que a obra seja entregue no final de 2014. Porém, enquanto o prédio da faculdade não é concluído, os alunos serão remanejados para a estrutura física já existente nos campus de Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13